Para atender fãs, velório de Melvino Júnior é transferido para a Quadra da Aparecida


Dante GraçaManaus (AM)
Inicialmente o velório seria realizado apenas na Funerária Canaã, na Major Gabriel, Centro de Manaus. Mas por conta do espaço reduzido, a cerimônia, iniciada por volta das 21h, acabou restrita para a família. No entanto, centenas de fãs foram ao local se despedir do cantor, o que fez a família procurar a Aparecida para uma despedida mais ampla e aberta ao público.
O presidente da Aparecida, Saulo Borges, ressaltou que Junior era um torcedor da escola verde e branca e presença frequente em eventos da escola. "Ele sempre fazia eventos de encerramento da temporada de carnaval. Em 2016 foi assim, esse ano foi assim. E o show era com alegria e alto astral sempre, a quadra estando lotada ou com 15 a 20 pessoas", afirmou o dirigente. 
Saulo Ainda lamentou a tragédia envolvendo o cantor, e ressaltou que ela é um reflexo de uma sociedade que "perdeu a completa noção do que é crime, do que é legal ou não". "Que se prenda quem cometeu este crime, porque a solução dele vai mostrar que ainda há justiça e que não é a lei de cada um que vai vencer", desabafou. 
O cantor foi assassinado na noite deste sábado, em Codajás, durante as realizações da Festa do Açaí. Segundo a polícia, ele foi alvejado pelas costas e já chegou ao hospital da cidade sem vida. 
O velório na quadra da Aparecida deve se estender até o fim da manhã. O sepultamento deve ocorrer às 14h, no Cemitério Parque Tarumã.  

Nenhum comentário