Navio da Marinha vai ajudar no resgate de desaparecidos do Rio Amazonas

publicidade


As buscas pelas nove pessoas que desapareceram após um colisão entre embarcações no município de Óbidos, no Baixo Amazonas, chega ao terceiro dia e, até 11 horas desta sexta-feira (04), nenhuma vítima havia sido encontrada. 

Na manhã do próximo sábado (4), o navio-patrulha “Bocaina” , da Marinha do Brasil, irá ao local do acidente para dar auxílio nas buscas.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, existe a possibilidade das vítimas estarem presas dentro da embarcação que está submersa. Os mergulhadores de Belém e Santarém estão fazendo ainda, desde às 6 horas de hoje, quando reiniciaram as buscas, uma varredura na área.

Para localizar o rebocador, o Corpo de Bombeiros usará uma corda de 300 metros, que será conectada a dois barcos. "Assim que o engate da corda for realizado, iniciam-se os mergulhos, respeitando os limites de profundidade e velocidade da correnteza", explicou o Corpo de Bombeiros, por meio de nota.

"Caso nada seja encontrado, os mergulhadores retornam à superfície e continua-se a varredura. Isso será mantido até que seja encontrado o lugar exato do rebocador", concluiu a nota do CBM.

Na quinta-feira (03), o Corpo de Bombeiros reforçou a equipe para realizar o trabalho, que conta ainda com os profissionais da Marinha do Brasil.

Os tripulantes desaparecidos no naufrágio são:

Carlos Eduardo Bueno de Souza

César Lemos da Silva

Cleber Rodrigues Azevedo

Dárcio Vânio RegoDick Farney de Oliveira

Euclinger da Silva Costa

Ivan Furtado da Gama

Juraci dos Santos Brito

Wandel Ferreira de Lima

O caso

Um navio cargueiro colidiu com um comboio de nove balsas da empresa Bertoline Navegação, por volta de 4h30 de quarta-feira (02), nas proximidades do município de Óbidos, no Baixo Amazonas, ocasionando o naufrágio no local. Nove pessoas estão desaparecidas.

(DOL)


Nenhum comentário