Definida programação religiosa do dia de Finados em Santarém

publicidade

Missas, visitas de missionários, orações e mensagens reflexivas fazem parte da programação que será coordenada pela Pastoral Urbana.
Cemitério Nossa Senhora dos Mártires, em Santarém (Foto: Luana Leão/G1)

Pastoral Urbana da diocese de Santarém, no oeste do Pará, já definiu a programação que será desenvolvida no Dia de Finados – 2 de novembro – nos cemitérios centrais, do Cambuquira e Mararu.

Entre os cemitérios Nossa Senhora dos Mártires e São João Batista, bairro Centro, será montado um palco na Avenida Mendonça Furtado, onde ocorrerão duas missas: 7h e 18h. Durante o dia, as comunidades que formam as Regiões Pastorais 1, 3 e 5 estarão no palco com momentos de orações e mensagens de reflexão.

Ainda na programação dos cemitérios centrais, agentes da Pastoral da Comunicação Diocesana – Pascom, vão receber intenções para a celebração eucarística das 18h e passar informações por meio do serviço de som instalado.

No cemitério do Mararu, a programação é de responsabilidade da Área Pastoral São Lucas e Paróquia Cristo Libertador, Região 2 de Pastoral. Na programação constam duas missas: 7h e 18h. Durante o dia haverá reflexões e mensagens. Após a missa da noite a parte religiosa continua com músicas e divulgação de mensagens.

Já no cemitério do bairro Cambuquira, a programação religiosa do Dia de Finados estará sob responsabilidade das comunidades da Região 4 de Pastoral, que a partir das 8h repassarão mensagens e reflexões durante a manhã e tarde. À noite, às 19h, ocorrem duas celebrações eucarísticas: uma na Igreja Sagrada Família, bairro Aeroporto Velho, e outra no cemitério.

Nos quatro cemitérios, missionários de várias comunidades da cidade de Santarém estarão durante todo o dia conversando com as famílias que vão velar seus entes queridos.

Dia de Finados

De acordo com os dados históricos, o costume de orar pelas pessoas falecidas é uma realidade desde os primeiros tempos do cristianismo e foi conservado pelas comunidades cristãs.

Sobre a data, 2 de novembro, é devido a Santo Odilon. Segundo ele, como 1º de novembro é festejado todos os Santos, um dia depois deveria se celebrar a memória dos falecidos.

A Igreja Católica oficializou a celebração do Dia de Finados em 1311 e, em 1915, Bento XV estendeu a solenidade a toda a Igreja.

BlogdoCarpê com informações do G1 Santarém 


Nenhum comentário