Polícia prende prefeito de Tucuruí por assassinato de antecessor

publicidade


Policiais civis realizam na manhã desta segunda-feira (30), em Tucuruí, no sudeste paraense, uma operação para prender suspeitos de envolvimento no assassinato do prefeito Jones William, assassinado em julho deste ano. Entre os envolvidos, está o atual prefeito do município, Arthur Brito, que assumiu o cargo após a morte de Jones.

Além dele, também são cumpridos mandados de prisão contra Josy Brito e Lucas Brito, mãe e irmão do atual prefeito; comandante Wilson e Marlon, amigos de Arthur; Birinha e Patrick, pistoleiros, sendo o segundo ainda segurança de Josy; Tiago Canaã, que trabalhava como motorista do atual prefeito; e dois homens identificados como Clóvis e Cleiton, que seriam agiotas e sócios do prefeito.

Os policiais estão nas casas dos envolvidos para cumprir os mandados de prisão. Até o começo da manhã, o prefeito Arthur não havia sido encontrado.

RELEMBRE O CASO

O prefeito Jones William foi executado a tiros no dia 25 de julho deste ano, enquanto visitava uma obra no bairro Cristo Vive. Dois homens em uma motocicleta fizeram uma emboscada e dispararam cinco vezes contra o prefeito, que chegou a ser encaminhado ao hospital, mas acabou morrendo.

O suspeito de disparar contra o prefeito, Bruno Marcos, foi preso em setembro, ao tentar deixar Belém pelo Aeroporto Internacional. Na última semana, outro suspeito de envolvimento, apontado como o condutor da moto que levava o atirador, também foi preso.

(Com informações do Diário do Pará)


Nenhum comentário