Z-20 apresenta notas e recibos que inocentam o vereador Jandeilson das acusações de Angenora Tavares

publicidade

Em março de 2016 a 20 de outubro do mesmo ano o Diretor de Patrimônio Pessoal e Finanças da Z-20 Jandeilson Pereira, deixou o cargo para concorrer uma vaga de vereador para Câmara Municipal de Santarém. Em seu lugar assumiu interinamente a senhora Angenora Tavares Ribeiro. Jandeilson retornou vitorioso das eleições reassumindo o seu cargo de diretor. Angenora deixou na conta da entidade um montante aproximado de R$130,000,00 (cento e trinta mil reais).

Dia 27 de dezembro de 2016 Jandeilson entra com um pedido de afastamento da entidade para poder assumir o cargo de vereador de Santarém. Angenora assumiu definitivamente o cargo de direção apartir do dia 3 de janeiro de 2017; segundo ela o montante de 130 mil não estava mais, tinha apenas um saldo aproximado de 250,00 (duzentos e cinquenta reais).

Segundo o Diretor de Assistência Social da Z-20 Jucivaldo Pereira dos Santos, a alegação de Angenora que ao deixar o cargo para Jandeilson tinha na conta da entidade aproximadamente R$ 130.000,00(cento e trinta mil reais) é verdadeira; ela alega que não sabe o que o ex-diretor (Jandeilson) fez com o dinheiro. Na verdade, disse Jucivaldo, ela sabe pra onde foi esses recursos, caso contrário ela teria denunciado Jandeilson em janeiro quando assumiu e não agora em outubro quando foi afastada da direção.
                     Foto Rony

Aqui temos, continua Jucivaldo, todas as notas e recibos referentes ao destino desse montante que foi usado nos meses de outubro, novembro e dezembro conforme acusa Angenora. Temos também o relatório dos 3 meses assinados pelo Conselho Fiscal da entidade e do contador que presta serviço para a mesma.

Enquanto a Angenora Tavares e seu advogado apresentam extratos bancários do movimento financeiro, nós temos as notas, recibos e relatório financeiros que comprovam o destino desses recursos e ao mesmo tempo inocentam o vereador Jandeilson.

O ex-diretor e atual vereador Jandeilson Pereira está respaldado e documentado que não fez nenhum desvio de recursos da entidade para benefício próprio. Diferente dela(Angenora) disse Jucivaldo, que foi afastada do cargo por suspeita de desvio de R$ 12.410,43 para benefício próprio. Ela acusa o vereador por desespero e sabe que o cerco está fechando para ela. Está igual cega em tiroteio.

Reportagem: Roni Neto p/ Blogzap Notícias


Nenhum comentário