Atendimento noturno é mantido nas unidades de saúde do Santarenzinho e Nova República

publicidade

A contratação de novos médicos e pessoal de enfermagem pela secretaria municipal de Saúde, de Santarém, oeste do Pará, está garantindo a continuidade dos atendimentos noturnos nas unidades de saúde dos bairro Santarenzinho e Nova República

Segundo a presidente do Conselho Municipal de Saúde (CMS), Gracivane Moura, a proposta do titular da Semsa, Edson Ferreira Filho e do prefeito Nélio Aguiar, era desativar todas as unidades 24h da zona urbana, mantendo apenas as duas unidades da zona rural (Alter do Chão e Vila Curuai).

“O CMS se posicionou contra, houve discussão no pleno do conselho. Segerimos que fosse criada uma comissão técnica para fazer o levantamento de toda a situação de recursos humanos, insumos, medicamentos e estrutura das unidades 24 horas. E no dia 6 de dezembro foram apresentados os pareceres”, informou a presidente do CMS, Gracivane Moura.

Segundo Gracivane, o conselho buscou informações não só junto às unidades de saúde, como também na 9ª Regional da Sespa (Secretaria de Saúde do Estado do Pará) e Ministério da Saúde. Os pareceres indicaram que as unidades dos bairros Nova República e Santarenzinho têm uma demanda muito grande de pacientes, inclusive à noite. Enquanto em outros bairros, a procura no horário noturno é quase zero. “Os serviços do Livramento, Aparecida e Caranazal foram desativados, por que a comissão detectou que os moradores desses bairros têm se dirigindo à UPA 24H e ao Pronto Socorro Municipal. Para as outras unidades houve um reforço nas equipes para melhorar o atendimento à população pela parte da noite”, frisou.

O atendimento nas unidades da Nova República e Santarenzinho pelas equipes de enfermagem de segunda a domingo será de 19h às 7h. Sábado, domingo e feriado, de 7h às 19h. Já as equipes médicas atenderão de segunda a domingo de 19h às 23h, e aos sábados, domingos e feriados, de 9h às 19h. “Estamos cobrando que a Semsa coloque os protocolos de horário de atendimento nas unidades para dar conhecimento aos usuários. Consideramos que foi um grande avanço para a qualidade no atendimento dos usuários. E nesta terça-feira estaremos emitindo uma nota informativa da posição do CMS para acesso e qualidade da saúde aos nossos usuários”, declarou Gracivane.

Acesso avançado

A presidente do CMS disse que em consulta feita pelo órgão, descobriu-se que não existe no Ministério da Saúde a modalidade 24h para unidades básicas de saúde. O nome utilizado para os postos que funcionam ininterruptamente é Unidade de Acesso Avançado.

Segundo Gracivane, a prefeitura de Santarém está apenas aguardando publicação de portaria pelo Ministério da Saúde para inscrever o município para receber recursos direto do governo federal para as unidades que funcionam também à noite.

Nas unidades de acesso avançado são disponibilizados os seguintes serviços: Atedimento ambulatorial - consultas de livre demanda, atestado médico, solicitação de exame e resultados, renovação de receitas -, suturas, retirada de pontos, troca de sondas, encaminhamentos, hidratação venosa, pequenas cirurgias, nebilização, medicação de injetáveis, dentre outros.

Blogdocarpê com informações G1 Santarém 


Nenhum comentário