Carta de renúncia de Reginaldo Campos é lida no plenário da Câmara de Santarém


Com a renúncia de Reginaldo Campos, o 1º suplente, Mano Dadai (PRTB), será empossado em cerimônia no Plenarinho da Câmara na quarta-feira (6).
Vereadores lamentam renúncia de Reginaldo Campos; Marcada posse de Mano Dadai (Foto: Fábio Cadete/G1

são realizada na tarde desta terça-feira (5), no Plenário da Câmara Municipal de Santarém, oeste do Pará, foi lida a carta de renúncia do ex-vereador Reginaldo Campos, alvo da Operação da Perfuga. O ato cumpre o regimento interno do poder legislativo e possibilita que o 1º suplente Yanglyer Glay Santos Mattos, o Mano Dadai (PRTB), seja empossado vereador.

A carta de renúncia foi lida pelo 1º secretário da mesa executiva, vereador Emir Aguiar. Na ocasião, cada vereador teve direito a se manifestar e a grande maioria demonstrou tristeza com a situação de Reginaldo Campos.

O presidente da Câmara em exercício, vereador Júnior Tapajós, lamentou o ocorrido. "Graças a Deus eu não vi ninguém comemorando o que está acontecendo com o ex-vereador. É um momento em que ele mais precisa de amigos. Ele além de qualquer coisa é pai e possui uma família", comentou.
Vereadores lamentam renúncia de Reginaldo Campos; Marcada posse de Mano Dadai (Foto: Fábio Cadete/G1)

O vereador Henderson Pinto citou algumas das benfeitorias de Reginaldo Campos à sociedade. "Se for juntar tudo que Reginaldo Campos cedeu para a Igreja da Paz, dariam dois vereadores. Obviamente que a Câmara hoje vive um momento histórico. Mas os sentimentos são para Reginaldo, que vive um período difícil, e para dar as boas-vindas ao Dadai, que não tem nada a ver com isso, para que ele possa exercer seu papel na Casa", disse.

Yanglyer Glay Santos Mattos é natural de Santarém, tem 35 anos e foi eleito suplente nas eleições de 2016 com 1.055 votos. A posse do novo vereador está marcada para quarta-feira (6), às 9h no Plenarinho da Câmara dos Vereadores de Santarém.

Blogdocarpê com informações G1 Santarém 

Nenhum comentário