Eleição de gestores e coordenadores de unidades da rede municipal ocorre de forma tranquila

publicidade


A única intercorrência registrada no início da votação para escolha dos novos diretores de escolas e coordenadores de unidade municipais de educação infantil, foi a necessidade de reposição de urnas em alguns locais. Mas a comissão eleitoral central foi acionada e de imediato resolveu o problema, permitindo que a comunidade escolar exerça o seu direito ao voto.

Segundo o assessor para Assuntos Educacionais da Secretaria Municipal de Educação, professor Marcos Gentil, a votação está ocorrendo de forma tranquila. "Já visitamos várias escolas e estamos em contato com as comissões eleitorais. Até agora, tudo está correndo dentro da normalidade prevista. Os candidatos estão respeitando as regras do edital e acreditamos que até o encerramento da votação, às 18h, pais, alunos e servidores terão exercido o seu direito ao voto nesse importante momento do processo de gestão democrática", frisou.

Algumas chapas que concorrem à eleição estão sub judice, mas de acordo com o professor Marcos Gentil, isso não impede que a votação ocorra. "É apenas uma segurança jurídica para verificarmos algumas situações, como por exemplo, a confirmação por instituições de ensino superior sobre a validade de diplomas apresentados", informou.

Logo que encerrar o horário de votação, as comissões eleitorais de cada escola e das unidades de educação infantil darão início a apuração dos votos. O resultado será fixado nos murais das escolas e UMEIs, e as atas serão encaminhadas para a comissão central da Semed para proclamação do resultado.

"Em função das distâncias de escolas da região de rios e planalto, o resultado da eleição deve sair até o dia 19 de dezembro. Havendo recurso, os casos serão analisados pela comissão eleitoral central. E só depois que todas as pendências forem sanadas é que será definida a data de posse dos eleitos", finalizou Marcos Gentil.

Blogdocarpê 


Nenhum comentário