Após derrota para o Flamengo, Felipe Conceição deixa o comando do Bota

publicidade

Ao todo, Felipe Conceição comandou o Fogão em sete jogos, conquistando duas vitórias, empatando três e perdendo outros três, um aproveitamento de 42,8%.
Rio de Janeiro - Felipe Conceição não é mais técnico do Botafogo. Ele não resistiu aos últimos resultados ruins do alvinegro carioca. O treinador deixou o cargo após a derrota da equipe para o Flamengo por 3 a 1, no último sábado (10), pela semifinal da Taça Guanabara. O comunicado foi feito pelo diretor do clube, Anderson Barros.

Na última terça-feira (6), o Botafogo foi eliminado da Copa do Brasil na primeira fase, ao perder para a Aparecidense, de Goiás, por 2 a 1. Ao todo, Felipe Conceição comandou o Fogão em sete jogos, conquistando duas vitórias, empatando três e perdendo outros três, um aproveitamento de 42,8%.

Apesar de deixar o cargo de treinador, Felipe Conceição ainda pode seguir no clube carioca. Anderson Barros não descartou que ele assuma outro cargo no Fogão. No entanto, a decisão será tomada ao longo da semana. "O Felipe tem uma história dentro do clube, como atleta, como profissional. Infelizmente as coisas não aconteceram. Eu disse a ele nesse momento que estaríamos conversando para que tomássemos a melhor decisão. Há uma série de variáveis que podem acontecer ao Felipe, assim como seu auxiliar."

Barros não citou nomes de possíveis substitutos. Aos 38 anos, Felipe Conceição foi anunciado como técnico do Botafogo no dia 23 de dezembro do ano passado, após Jair Ventura deixar o clube. Um dos favoritos para assumir a função é Marcelo Oliveira, bicampeão brasileiro com o Cruzeiro em 2013 e 2014. Outros cotados para assumir a vaga são Levir Culpi, atualmente no Japão; Jorginho, ex-técnico do Bahia; e Fabiano Soares, que dirigiu em 2017 o Atlético Paranaense.

Enquanto a diretoria do Botafogo não anuncia o novo técnico, quem comanda a equipe temporariamente é Bruno Lazaroni, que vinha, desde o início da temporada, atuando como auxiliar permanente da comissão técnica. Bruno é filho do ex-jogador Sebastião Lazaroni, e atuou como gerente das categorias de base do clube em 2017.


FONTE. Jornal em tempo 


Nenhum comentário