Vítimas de acidentes nas estradas têm direito à indenização do DPVAT; pagamento é em até 30 dias

publicidade

Neste último Carnaval, segundo a Polícia Rodoviária Federal, 103 pessoas morreram em acidentes de trânsito nas estradas federais de todo o país e 1.524 ficaram feridas. Todas essas vítimas têm direito à indenização do Seguro DPVAT, sem apuração de culpa, seja motorista, passageiro ou pedestre.
O processo é simples, seguro e não precisa de intermediários – para solicitar o benefício, a vítima não precisa contratar o serviço de terceiros. Como empresa consorciada do Seguro DPVAT, a CAPEMISA Seguradora faz atendimento gratuito e especializado para dar início ao processo de liberação da indenização em 26 unidades espalhadas pelo país.

O seguro obrigatório, de abrangência nacional, ampara vítimas de acidentes com indenizações por morte, invalidez permanente e despesas médico-hospitalares. A partir da data da entrega da documentação, o pagamento do benefício é feito pela Seguradora Líder em até 30 dias. Os valores de indenização são de até R$ 13.500 por acidentado para morte e invalidez e de até R$ 2.700 para as despesas médicas e hospitalares. Nos casos de morte, os beneficiários podem ser familiares ou herdeiros legais.

O benefício pode ser solicitado em até três anos contados a partir da data do acidente. A única exceção é para casos de invalidez permanente. Se o tratamento ainda não tiver sido concluído, o prazo é contado a partir do laudo conclusivo do Instituto Médico Legal.

Informações sobre a documentação necessária estão disponíveis na Central de Relacionamento com Clientes da CAPEMISA, pelos telefones 4000-1130 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 723 3030 (demais localidades); ou, ainda, pelo site da seguradora: www.capemisa.com.br.


Nenhum comentário