Casal suspeito de assassinar comerciante no próprio bar é preso em Laranjal do Jari, no Amapá

publicidade

O crime ocorreu em Santarém, no oeste do Pará, no dia 21 de abril deste ano. Um dos suspeitos é ex-policial Militar.
Casal suspeito de assassinar comerciante no próprio bar foi preso em Laranjal do Jari (Foto: Polícia Civil/Divulgação)
Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira (6), em Laranjal do Jari, sul do Amapá, Benedito de Oliveira Lima, 45 anos e Luciana de Souza Gadelha, vulgo Rafaela, suspeitos de assassinar o comerciante Iran Cordeiro de Paula de 70 anos. O crime ocorreu em Santarém, no oeste do Pará, no dia 21 de abril deste ano. O homem é ex-Policial Militar e Luciana, sua esposa.

Conforme o investigador de Polícia Civil, Hélio Rego, foi expedido um mandado de prisão preventiva contra o casal. O mandado e fotos dos suspeitos foram enviados à delegacia de Laranjal do Jari. A polícia daquele munícipio consegiu localizar o casal e fez a prisão na tarde de hoje. Os suspeitos devem ser encaminhados para Santarém nos próximos dias.

Ainda segundo a polícia, a identificação do casal foi possível graças a levantamento de imagens capturadas por câmeras de segurança de estabelecimentos comerciais e residências das arredores. Em um dos vídeos aparece Benedito jogando o celular da vítima em um monte de entulho em uma rua próxima ao local do crime.

O idoso foi encontrado jogado na porta do banheiro do bar no dia 22 de abril. De acordo com a perícia, a vítima estava com o pescoço quebrado, com marcas de estrangulamento e com sangramento na boca provocado pela queda.

Testemunhas disseram à polícia que viram a vítima por volta de 1h da madrugada de domingo discutindo com um casal no bar. Era como se ele quisesse fechar o estabelecimento e o casal se recusando a sair. Depois disso, o idoso foi encontrado morto.

Blogdocarpê com informações G1 Santarém 


Nenhum comentário