Número de pedidos de aposentadoria cresce 22% nos últimos três anos no Pará, segundo INSS

publicidade

O número de pedidos de aposentadoria cresceu 22% nos últimos três anos no Pará, segundo dados do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). De acordo com o levantamento, apenas em 2017, quase 4 mil pessoas a mais começaram a receber o benefício em comparação à 2016. No entanto, muitas pessoas continuam no mercado de trabalho para garantir o orçamento da família.
A bancária Ana da Cunha, 63 anos, trabalhou com carteira assinada por 39 anos e disse que o valor do benefício da aposentadoria não é compatível com o salário no banco. “O dinheiro não é suficiente para que eu mantenha meu padrão de vida. É muito pouco e eu sou obrigada a trabalhar para complementar a renda”, afirmou.

De acordo com o advogado trabalhista Daniel Cruz, as propostas de reforma na Lei da Previdência têm ocasionado aumento de pedidos. Ele ainda afirmou que adiantar a aposentadoria pode ser a decisão mais acertada.

“As mudanças previdenciárias propostas são graves, pois estendem a idade e o período de contribuição. Isso tem virado até motivo de chacota para algumas pessoas, que dizem que você vai trabalhar e não se aposentar nunca”, comentou o advogado.

Fonte G1 Pará


Nenhum comentário