Mojuí dos Campos é o único município do Baixo Amazonas sem contas irregulares no TCM-PA

publicidade

Em levantamento feito pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Pará (TCM-PA) das decisões tomadas pela corte no período de 2010 a 2018, dos 144 municípios, 96,52% aparecem na listagem de contas irregulares. Na região do Baixo Amazonas, apenas o município de Mojuí dos Campos não apresenta ordenadores com contas irregulares. Outros municípios fora da lista são: Altamira, Brasil Novo, Nova Timboteua e Santa Luzia do Pará.
O documento foi protocolado pelo TCM nesta terça-feira (14) junto ao Ministério Público Federal (MPF). Segundo o Tribunal, a listagem foi feita a partir de 2.506 decisões ao longo de oito anos e dela constam 1.530 nomes, entre prefeitos, presidentes de Câmaras de Vereadores, secretários municipais e outros ordenadores de despesas do período.

O envio do documento ocorreu antes da data acordada entre o Tribunal e a Procuradoria Regional Eleitoral no Pará, prevista para o próximo dia 15, através do SisConta-Eleitoral, banco nacional de dados que reúne as informações sobre as decisões dos Tribunais de Contas.

Segundo o TCM, a listagem reforça as ações de controle externo do Tribunal e suas decisões, pois fornece as informações necessárias para a aplicação da lei da Ficha Limpa.

A listagem disponibilizada pelo TCM, com 1.530 ordenadores de despesas municipais de 139 municípios inseridos no sistema de dados, vai servir de base para o MPF no Pará solicitar a impugnação de candidaturas para as eleições 2018 daqueles que estão com as contas irregulares quando exerceram cargos públicos nos poderes executivos e legislativos municipais.

Além de nomes de prefeitos e presidentes de Câmaras, também figuram na listagem, ordenadores de despesas de fundos municipais, institutos de previdência, agências distritais, autarquias municipais, presidentes de associações que firmaram convênio com prefeituras e outros.

De Santarém, 13 nomes fazem parte da listagem de ordenadores com as contas irregulares junto ao TCM:

Emmanuel Silva (ex-secretário de Saúde)
José Antonio Alves Rocha (ex-secretário de Saúde)
Joaquim de Lira Maia (ex-prefeito)
Socorro Jarle Moita de Aguiar (ex-secretária de Cultura)
Raimunda Lucineide Gonçalves Pinheiro (ex-secretária de Educação)
Maria Irene Escher Boger (ex-secretária de Educação)
Raimundo Inácio Campos Correa (ex-secretário de Governo)
Alba Valéria Jorge Lima (ex-secretária de Infraestrutura)
Petterson Diniz (ex-secretário de Infraestrutura)
Marcelo Brandão Corrêa (ex-secretário de Meio Ambiente)
Everaldo de Souza Martins Filho (ex-secretário de Planejamento)
Sandro Tarcito da Costa Lopes (ex-secretário de Transporte)
Rosilane Socorro Evangelista da Silva (ex-secretária de Finanças)


Fonte G1 Santarém


Nenhum comentário