Presidente da Famep e comitiva municipalista são recebidos por Temer e reforçam demandas prioritárias

publicidade

A Mobilização Municipalista – Gestores em Brasília pela Aprovação de Pautas Prioritária – da Confederação Nacional de Municípios (CNM) teve como última ação um encontro com o presidente da República, Michel Temer, ontem (8). O presidente da Federação das Associações de Municípios do Estado do Pará (Famep) e coordenador da região norte da CNM, Nélio Aguiar, juntamente com o presidente da Confederação, Glademir Aroldi, demais presidentes das entidades estaduais e prefeitos solicitaram ao governo federal o avanço de demandas prioritárias dos Municípios.


Entre as solicitações estão a da instalação do comitê do Encontro de Contas, uma linha de crédito para financiar a dívida que os Municípios têm com os precatórios e o decreto que trata do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) para estender o prazo para o pagamento do passivo, retirando a cobrança de PIS/PASEP sobre os fundos.

“A gente agradeceu ao presidente pela pauta acertada durante a última Marcha que avançou. Foram 10 pontos, sendo que 7 avançaram e estão concluídos. Também cobramos essas matérias que ainda não foram acertadas pelo governo federal”, explicou o presidente da CNM.
Aroldi informou que o governo federal sinalizou positivamente no atendimento às solicitações municipalistas. “O presidente compreendeu a nossa reivindicação e alegou que ainda faltam 5 meses de governo. Ele disse que vai fazer o possível para cumprir com essas matérias que são importantes para o movimento municipalista brasileiro”, ressaltou.

Balanço da mobilização
A CNM e a Famep estão otimistas com os resultados dos dois dias de mobilização, principalmente depois da participação expressiva de prefeitos e demais municipalistas. “A mobilização foi positiva. Estou satisfeito com tudo que foi construído e agradecido aos prefeitos que fizeram um esforço para estarem aqui. É muito importante a participação de todos. Os presidentes das estaduais estiveram conosco. Tivemos mais de 300 gestores presentes. Acho que a pauta avançou significativamente. Nós temos mais duas semanas de esforço concentrado no Congresso Nacional (uma em agosto) para votação de algumas matérias. E acredito que algumas de interesse dos Municípios serão votadas”, considerou Aroldi.

Lei Kandir
Após a reunião com Temer, a comitiva municipalista foi recebida pelo deputado José Priante (MDB-PA). Ele foi o presidente da Comissão Mista da Lei Kandir. O presidente da CNM destacou que o parlamentar pretende receber a Confederação e as entidades estaduais para debater o avanço da reivindicação municipalista. “Nós vamos buscar junto com ele um espaço no orçamento da União para que possa compensar Estados e Municípios. A gente marcou para a próxima segunda-feira, 13 de agosto, um primeiro encontro. Na ocasião, a gente vai tentar construir uma alternativa para ser apresentada ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e ao presidente Temer”, disse o líder municipalista.


Nenhum comentário