Pode levar cola? Pode pedir voto? Veja o que é e não é permitido na hora da votação

publicidade

Mais de 5,5 milhões de eleitores estão aptos para votar neste domingo (7), em todo o Pará, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Com tanta gente indo às ruas, dúvidas do que pode ou não ser feito são comuns, e o  Blogdocarpê vai te ajudar.

Pode pedir voto para o candidato?

Não. Pedir votos de eleitores ou fazer propaganda de boca de urna no dia da votação é crime. A regra, prevista no parágrafo 5º do artigo 39 da Lei nº 9.504/1997, estabelece como punição detenção de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa no valor de 5 mil a 15 mil Unidades Fiscais de Referência.

Quem tem preferência na fila de votação?

Eleitores maiores de 60 anos, enfermos, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, grávidas, lactantes e pessoas acompanhadas de criança de colo; candidatos; juízes eleitorais e seus auxiliares; servidores da Justiça Eleitoral; promotores eleitorais e policiais militares em serviço.

Pode votar sem documento oficial com foto?

Não. O eleitor deve apresentar qualquer um dos seguintes documentos: carteira de categoria profissional reconhecida por lei, carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação, certificado de reservista, ou passaporte.

Pode levar cola?

Sim. O eleitor vai votar em seis candidatos, e o TSE recomenda levar os números anotados para não confundi-los.

Posso levar aparelhos eletrônicos para a urna de votação?

Não. É proibido portar aparelho de telefonia celular, máquinas fotográficas, filmadoras, equipamento de radiocomunicação ou quaisquer instrumentos que possam comprometer o sigilo do voto. Esses aparelhos devem ficar retidos com o mesário enquanto o eleitor vota.

Pode fazer pesquisa boca de urna?

Sim. No entanto, é proibida divulgação de pesquisas até as 17h, em horário local. As pesquisas realizadas em data anterior ao dia das eleições poderão ser divulgadas a qualquer momento, inclusive no dia das eleições.

Perdeu o título de eleitor?

Tudo bem. É permitido votar sem o documento, apresentando apenas um documento oficial com foto.

Perdeu o título e não sabe onde vai votar?

A sua zona e seção eleioral podem ser consultados no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), clicando aqui.

Como acompanhar o resultado das eleições?

Após o encerramento da votação, será possível acompanhar a apuração dos votos para presidente (depois do fim da votação no Acre, às 19h do horário local de Brasília), senador e deputado federal (às 17h do horário local da respectiva unidade da federação) diretamente pela busca do Google, praticamente, em tempo real. Ao procurar “Resultado Eleições 2018” ou “Apuração Eleições 2018”, uma caixa será exibida no topo da busca com os resultados atualizados.

O acompanhamento do resultado também estará disponível quando se pesquisar pelo nome de algum candidato a presidente ou pelo nome de um partido: a caixa com a apuração dos votos irá aparecer logo abaixo do Painel de Conhecimento do candidato.

Outra experiência disponível é a Ação do TSE no Google Assistente. É a primeira vez que uma autoridade eleitoral cria uma ação especial no Assistente. É possível conversar com o TSE para consultar como votar, descobrir o número do título de eleitor, qual o local de votação e tirar dúvidas gerais sobre o processo eleitoral. Para começar, basta dizer “Ok, Google, quero falar com o TSE” ou digitar “Quero falar com o TSE” no Assistente, e as opções de conversa aparecerão.

Fonte Blogdocarpê 


Nenhum comentário