Após massacre em Altamira, Governo do Pará troca comando de presídios

publicidade

O diretor geral penitenciário da Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), Mauro Moreira Matos, Coronel da Polícia Militar, foi exonerado do cargo nesta quarta-feira, 31, segundo decreto publicado no Diário Oficial do Estado.

A exoneração ocorre após o massacre no Centro de Recuperação Regional de Altamira (CRRA), na última segunda-feira, 29, em que 58 detentos foram mortos. De acordo com a publicação, no entanto, a exoneração teria sido solicitada pelo próprio Coronel Matos.

Em seu lugar assume Arthur Rodrigues de Moraes, que é casado com a também Coronel da PM, Vanessa Vasconcelos, que atualmente ocupa a direção da Funtelpa. As mudanças dentro da Susipe começam nesta terça-feira, 01, de agosto.

MASSACRE

Uma briga de facções rivais (Comando Vermelho e Comando Classe A) resultou em 58 mortes, sendo 16 decapitados, na manhã de segunda-feira, 29. O massacre é o maior ocorrido em um mesmo presídio desde o do Carandiru, em 1992, quando 111 detentos foram assassinados. O ocorrido no Centro de Recuperação Regional de Altamira ficou em quinto lugar com alta letalidade registrado no sistema prisional do país desde janeiro de 2017.

O Gabinete de Gestão da Segurança Pública determinou a transferência imediata de 46 custodiados da Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe) envolvidos no confronto – oito para presídio federal, oito para isolamento e 30 serão pulverizados nas casas penais. Até o final da tarde desta terça-feira, 57 corpos foram identificados.

Fonte Roma News


Nenhum comentário