Bolsonaro poderá vir ao Pará acionar a última turbina de Belo Monte

O ministro de Minas e Energia, Almirante de Esquadra Bento Albuquerque, anunciou durante sua visita à usina de Belo Monte na última quarta-feira, 17, que o presidente Jair Bolsonaro deve vir ao Pará para acionar a última turbina da usina hidrelétrica de Belo Monte, em Altamira, em novembro deste ano.

O ministro e comitiva vieram acionar a 14° turbina de Belo Monte, que a partir daquele momento passou a operar com uma capacidade de quase 8,8 gigawatts (GW), superando a usina de Tucuruí, também no Pará, que tem capacidade de gerar 8,535 GW, e que até então era considerada a maior do Brasil em geração de energia.

A usina é controlada por um grupo liderado por empresas da estatal Eletrobrás, com 50% de participação. Quando estiver plenamente funcionando, a energia de Belo Monte deverá atender 60 milhões de brasileiros das regiões Norte, Nordeste e Sudeste.

O ministro veio em convite da Norte Energia, empresa que é responsável pela construção e operação da maior usina 100% brasileira.

Fonte: Voz do Xingu.

Nenhum comentário