Em confronto com polícia, suspeito de assalto em Belterra morre no bairro Mararu

publicidade

Francis Braen da Silva Castro, morreu na manhã desta quinta-feira, dia 1, após entrar em confronto com a Polícia. Informações preliminares são de que ele fazia parte do grupo que assaltou a residência na cidade de Belterra, levando cerca de R$ 40 mil.

Os militares do 35º Batalhão de Polícia Militar teria chegado ao esconderijo da quadrilha, localizado no bairro Mararu e foram recebidos a tiros. No confronto ele acabou sendo atingido, vindo a óbito.

Em atualização

RG 15 / O Impacto

Fique por dentro:
Com suspeita de “parada dada”, polícia procura assaltantes que roubaram 40 mil reais de família em Belterra


Segundo informações da Polícia Militar, era por volta de 7h30 desta quarta-feira (31), quando foi contactada por Alzenir da Silva Ribeiro, de 70 anos, moradora da Vila Operária, 210, área central do município de Belterra.

A idosa foi assaltada em sua residência, por três homens armados que simularam problemas mecânicos em um veículo estacionado em frente sua residência e ao pedir um copo de água, invadiram a casa e anunciaram o roubo rendendo ela e uma filha.

Conforme relato da vítima, os criminosos fugiram levando aproximadamente 40 mil reais, entre dinheiro e joias.

Os assaltantes utilizaram um veículo Gol, cor vermelha, com adesivo de uma bandeira no retrovisor.

Até a publicação desta matéria, apesar de várias diligências realizadas pelas polícias militar e civil, com apoio da PRF na BR-163, os criminosos não foram localizados.

Pelo modus operandi utilizado no assalto, as forças de segurança suspeitam que os criminosos receberam informações previlegiada sobre a localização do dinheiro. A chamada ” Parada dada”, no jargão policial.

Fonte Impacto 


Nenhum comentário