Fantástico flagra queimadas e transporte de madeira ilegal na Amazônia

Reportagem especial mostra como está a situação na região, alvo de polêmica e preocupação internacional após o aumento no número de queimadas e no desmatamento.

Esta semana, em São Paulo, de repente, o dia virou noite. As nuvens, pretas e densas, eram de assustar. No dia seguinte, a água da chuva recolhida por moradores era escura e tinha cheiro de queimado. Foi encontrado um poluente característico de queimadas.

A Agência Espacial Americana captou aumento nos focos de queimadas no Norte e no Centro-Oeste do Brasil. O corredor de fumaça que chegou à região Sudeste. A Amazônia enfrenta a pior onda de incêndios em sete anos.

Ao comentar as queimadas que se multiplicam nas matas, o presidente Jair Bolsonaro levantou a suspeita de que ONGs seriam responsáveis por incêndios criminosos. Com cartazes e faixas, ambientalistas protestaram contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

Os incêndios na Amazônia também repercutiram na imprensa internacional e se tornaram uma preocupação mundial. O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que a Europa mente sobre o desmatamento no Brasil.

A escalada no desmatamento na Amazônia disparou um alerta entre autoridades e especialistas brasileiros e estrangeiros esta semana. Mas o que exatamente está acontecendo na maior floresta tropical do mundo? Qual o tamanho da devastação e quais são as consequências dessa prática ilegal?

Os repórteres do Fantástico estiveram no município mais desmatado do Brasil, flagraram queimadas e o transporte de madeira ilegal em plena área de proteção ambiental.

Fonte G1 Pará 

Nenhum comentário