Governador Helder Barbalho recebe denúncia sobre execução de jovem pela polícia de Portel, no Marajó

publicidade

Um fato inesperado ocorreu durante a visita do governador Helder Barbalho (MDB), seus secretários e dirigentes de órgãos estaduais ao arquipélago do Marajó, durante os dias 8, 9 e 10 deste mês de agosto. Em evento realizado na igreja Assembleia de Deus, no município de Portel, uma senhora desesperada, pediu o microfone e fez uma grave denúncia contra o delegado do município, Raul Castro, que se encontrava presente na comitiva, juntamente com o secretário estadual de Segurança Pública, Ualame Machado. 

Na presença da cúpula da segruança pública, a senhora denunciou a execução de seu sobrinho, Lucas Pinto da Silva, 18 anos, que foi morto em sua residência no dia 6 de agosto. A tia contou ao governador, que Lucas estava dormindo, no quarto da casa, tarde da noite, quando o delegado teria entrado com outros policiais militares, arrastado o jovem para a cozinha e disparado três tiros fatais. Após o assassinato, eles teriam levado o corpo de Lucas para o quintal e também ameaçado sua mãe, se ela reagisse.

Fonte Roma News


Nenhum comentário