Ministério Público aciona Telefônica por venda de dados de clientes como perfil e localização

O Ministério Público do Distrito Federal protocolou uma ação civil pública contra a Telefônica, empresa que comprou a Vivo. O motivo da investigação é porque a operadora teria vendido dados dos perfis de seus usuários, como localização, histórico de navegação e dos lugares frequentados.

Os dados são colhidos em tempo real através do Vivo Ads, que é uma plataforma de mídia digital onde são gerados os perfis de cada cliente. Essas informações pessoais, supostamente vendidas, fazem com que o usuário seja direcionado ao marketing da empresa, gerando venda e desempenho.

Por meio da ação, o Ministério Público pede à Justiça que a comercialização do produto Mídia Geolocalizada seja suspensa da plataforma Vivo Ads. Além de requerer que a Telefônica elabore e entregue um relatório de impacto à proteção de Dados Pessoais ao Poder Judiciário.

Através de uma nota, a Vivo disse que cumpre as leis e informou também que ainda não foi citada na ação. A empresa possui uma lista de 73 milhões de clientes ativos, 43 milhões consentem que a Telefônica use seus registros de cadastro. Já outros 26 milhões, concordam com o uso de dados de localização.

Fonte: Agência Brasil

Nenhum comentário