Polícia prende em flagrante quadrilha que furtava combustível de transportadora em Santarém

publicidade

Quadrilha presa em flagrante roubando combustível de transportadora em Santarém — Foto: Polícia Civil de Santarém/Divulgação

Os policiais encontram ainda com membros da quadrilha R$ 20.437,00, celulares e lacres violados. Todo o material foi apreendido. A Polícia Civil solicitou à Justiça a conversão de flagrante em prisão preventiva dos membros da quadrilha.
Quatro funcionários de uma empresa transportadora de combustível e dois marítimos foram presos em flagrante durante furto de gasolina em Santarém, no oeste do Pará. A prisão da quadrilha aconteceu na noite de sábado (3) na Operação “Anfíbio” da Polícia Civil.

Coordenada pelo superintendente da Polícia Civil do Baixo Amazonas, delegado Jamil Casseb, a operação foi deflagrada por volta das 21h30 após investigações.
Operação 'Anfíbio' desarticulou quadrilha que furtava combustível em Santarém — Foto: Polícia Civil de Santarém/Divulgação
Foram presos Bibiano Pereira da Silva, Carlos Henrique Silva de Souza, Cleyton Darlison Lopes, Manoel Lázaro Arruda, Elder Pimentel Chagas e Damasceno Morais de Carvalho.

De acordo com a polícia, a abordagem da quadrilha aconteceu em uma embarcação em frente a Santarém no momento que os criminosos furtavam 1.800 litros de gasolina de uma das balsas da transportadora, sendo que mil litros já estavam dentro da embarcação identificada como Pérola Negra I.
Bomba utilizada para furtar combustível de balsa em Santarém — Foto: Polícia Civil de Santarém/Divulgação
Os outros 800 litros estavam armazenados em tonéis de 200 litros cada e seriam colocados na embarcação usada no furto. O crime acontecia com uso de bombas e mangueiras adaptadas que passavam o combustível das balsas para outras embarcações menores.
Polícia prendeu quadrilha em flagrante no momento em que fazia o furto — Foto: Polícia Civil de Santarém/Divulgação

Os policiais encontram ainda com membros da quadrilha R$ 20.437,00, celulares e lacres violados. Todo o material foi apreendido. A Polícia Civil solicitou à Justiça a conversão de flagrante em prisão preventiva dos membros da quadrilha.
R$ 20 mil em cédulas e lacres rompidos foram apreendidos durante operação 'Anfíbio' em Santarém — Foto: Polícia Civil de Santarém/Divulgação


Fonte G1 Santarém


Nenhum comentário