Servidores do Judiciário do Pará paralisam as atividades por tempo indeterminado a partir do dia 20

publicidade

Os servidores do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA) anunciam que deflagam greve geral no dia 20 de agosto. Eles reivindicam de 4,94% de reposição das perdas salariais referentes ao período de maio de 2018 a abril de 2019, considerando a inflação deste período. Porém, a direção do órgão, se dispôs a repor apenas 2%. Em todo o Pará, há cerca de 4.3 mil servidores que atuam nas comarcas de justiça do Estado.

A direção do Sindicato dos Servidores do Judiciário do Pará (Sindju), na manhã desta sexta-feira, 9, protocolou o documento com a informação da deflagação da greve, cuja decisão foi tomada ontem, 8, em assembleia geral da categoria, realizada em Belém. Eles informaram ao presidente do TJPA, desembargador Leonardo Tavares, que a paralisação será por tempo indeterminado, até a reposição integral da reposição salarial.

De acordo com o diretor de patrimônio do Sindju, Antônio Cristo, em 2018 houve a previsão de pagamento da reposição das perdas salariais dos servidores do judiciário estadual na Lei Orçamentária do Estado para 2019. Porém, a direção do TJPA, em reunião com os servidores, ocorrida em março deste ano, reconheceu as perdas, mas alega não ter orçamento. Ele alega que em 2016 a reposição também foi de 2% e a inflação, abaixo da inflação, que acabou acumlando perdas de 7% .

A mobilização para a paralisação já está sendo feita em todos as comarcas judiciais, começando pela Região Metropolitana de Belém, incluindo Castanhal e Santa Izabel.

O Portal Roma News enviou pedido de informações à direção do TJPA e aguarda o retorno.

Fonte Roma News


Nenhum comentário