Após anúncio de controle, chamas voltam a se propagar em área de mata em Alter do Chão

Horas após o anúncio feito pelo Governo do Estado de que o incêndio em uma área de mata conhecida como Capadócia, entre a localidade de Ponta de Pedras e a vila de Alter do Chão, em Santarém, no oeste do Estado, estava controlado, moradores de Alter do Chão voltaram a registrar o avanço das chamas do outro lado do Lago Verde, na noite deste domingo, 15.

Até às 20 horas de hoje, o monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) havia detectado pelo menos 33 focos de calor na região do lago, em uma área de aproximadamente 10 quilômetros quadrados, aproximadamente 1,4 mil campos de futebol.

À tarde, o governo estadual, que mantém no local equipes do Corpo de Bombeiros e da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) atuando em conjunto com homens do Exército, chegou a anunciar que o fogo estava controlado, mas chegou a admitir problemas com o clima seco e a falta de chuvas.

Para o integrante da brigada anti-incêndio de Alter do Chão, Daniel Govino, pode ter havido precipitação ao anunciar o controle das chamas, que voltaram a se alastrar no começo da noite. “Hoje foi um combate bem intenso, em muitas frentes, foi muito trabalho e, talvez ali, no momento da tarde, quando deu uma diminuída, alguém pode ter se precipitado e achado que estava controlado, mas não está”, afirmou.
O incêndio começou no sábado, 14, na região da Capadócia, e, hoje, avançou para rodovia Everaldo Martins. O risco maior é que as chamas cheguem até a comunidade de Ponta de Pedras.

Fonte Roma News

Nenhum comentário