Deputados estaduais votam pedido de Helder Barbalho para fazer empréstimo para obras e publicidade

publicidade

A Assembleia Legislativa votará na sessão desta terça-feira, 3, projetos do governo estadual, que solicita autorização ao parlamento para fazer operações de crédito, sob a justificativa de suplementação orçamentária. Os três projetos já obtiveram parecer favorável em reunião conjunta das comissões de Fiscalização Orçamentária e de Justiça, realizada na semana passada.

O governador Helder Barbalho (MDB) pede aos deputados estaduais, que autorizem o governo estadual a realizar operações de crédito junto à Caixa Econômica Federal de R$537.6 milhões; R$78.5 milhões e de R$ 10 milhões, sendo este último crédito suplmentar para usar em publicidade, conforme já foi divulgado na edição de 29 de agosto do Portal Roma News.

Para justificar o pedido de autorização do parlamento estadual, a secretária estadual de Planejamento, Hana Ghassan, explicou que os recursos dos empréstimos objetiva dar continuidade a projetos que foram iniciados, mas ficaram parados na administração anterior.

Além disso, ela ressaltou, que o governo deve obter um total de R$ 2 bilhões em crédito para contemplar os projetos para o Estado inteiro, após ser questionada por deputados das regiões sudeste e oeste do Pará. Porém, os outros projetos ainda serão enviados para a Alepa, complementando o valor total.

O orçamento estadual paraense, aprovado pela Assembleia Legislativa,m em dezembro de 2018, prevê um valor de R$ 25 bilhões para ser usado neste ano de 2019. Porém, a secretária justificou que o valor precisa ser suplementado para alcançar obras de outras regiões.

Em 2018, o governo estadual utilizou de janeiro a dezembro, R$ 40 milhões em ações de publicidade. No atual governo, já foram gastos R$ 30 milhões em publicidade. Outros R$ 10 milhões foram requisitados pelo governador para consumir em propaganda oficial de sua administração.

Todos os dados podem ser acompanhados no Portal da Transparência do governo estadual.

Fonte Roma News


Nenhum comentário