Header Ads




Prisão preventiva de sócia-proprietária da empresa que organizou concurso da Câmara é revogada

Já está à disposição da Justiça no Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura, em Santarém, oeste do Pará, a sócia-proprietária da empresa Inaz do Pará Serviços de Concursos Públicos Ltda, Maria de Nasaré Martins da Silva, presa preventivamente na 13° fase da Operação Perfuga, denominada “Operação Pandora”, no dia 17 de setembro, em Belém.

A transferência der Maria de Nasaré para Santarém foi solicitada pela Polícia Civil e o Ministério Público, e deferida pela 1ª Vara Criminal.

Segundo informações coletadas no Inquérito Policial (nº 00525/2018.100003-0), Maria de Nasaré ofereceu vantagem financeira ao ex-vereador Reginaldo Campos, na época em que ele era presidente da Câmara Municipal, para garantir contratação da Inaz para a realização do concurso público para servidores do poder legislativo, ocorrido em 2015.

A informação foi confirmada por Reginaldo Campos em colaboração premiada. Ele contou foi aliciado para beneficiar as Inaz pelo valor de R$ 50 mil.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário