Votação de empréstimo de R$ 123 milhões é adiada; vereador do PSL pediu 'vistas' do projeto

publicidade

O projeto de lei de autoria do poder executivo de Santarém, oeste do Pará, com finalidade de obtenção de empréstimo no valor de R$ 123 milhões junto à Caixa Econômica Federal, para investimento em obras de infraestrutura e iluminação pública teve sua votação adiada para a próxima semana. O vereador Jackson do Folclore (PSL), pediu vistas do projeto na sessão desta quarta-feira (11).

O projeto foi protocolado na Câmara Municipal no dia 2 de setembro, quando o prefeito Nélio Aguiar (DEM) e o vice-prefeito José Maria Tapajós (PR), estiveram pessoalmente na Casa legislativa para sensibilizar os vereadores sobre a importância do empréstimo para tocar obras em bairros da periferia.

Desde o início da tramitação do projeto nas comissões da Câmara, muitas foram as manifestações dos vereadores, principalmente, de oposição, quanto ao montante que seria destinado à iluminação pública, que inicialmente seria na ordem de R$ 40 milhões.

Nessa semana, o prefeito Nélio Aguiar voltou atrás, e anunciou que o governo fez uma readequação, reduzindo para R$ 25 milhões o valor a ser revertido para iluminação pública. "Decidimos destinar R$ 25 milhões para a iluminação, R$ 93 milhões para obras de infraestrutura urbana, que compreendem drenagem e pavimentação de vias, e R$ 5 milhões para conclusão da obra habitacional do Residencial Moaçara", explicou.

A sessão desta quarta-feira teve a participação do vereador Henderson Pinto (MDB), que retornou à Câmara após pedido de afastamento provisório do comando do Centro Regional de Governo do Baixo Amazonas, para participação na articulação e votação de projetos como o de operação de crédito, que é de interesse da gestão municipal.

Fonte G1 Santarém 


Nenhum comentário