Header Ads

Comitiva de senadores vistoria obras da usina de Belo Monte antes de inauguração

Uma comitiva de senadores da Subcomissão Temporária da Usina Belo Monte visita na manhã desta segunda-feira, 25, as instalações da hidrelétrica. Sob a coordenação do senador Zequinha Marinho (PSC-PA), presidente da Subcomissão, o grupo vai verificar a situação da obra e o cumprimento das condicionantes socioeconômicas e ambientais na região.

Com uma potência instalada de 11,2 mil MW, Belo Monte é a maior hidrelétrica 100% brasileira e a terceira do mundo. O empreendimento terá a capacidade para atender 60 milhões de pessoas. Com as 18 turbinas da casa de força principal em operação comercial, Belo Monte será inaugurada oficialmente na próxima quarta-feira, 27, pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

Apesar da conclusão da obra da usina, a Norte Energia – empresa responsável pela construção e operação – ainda continuará à frente de as ações sociais e ambientais para mitigar o impacto do empreendimento na região. “Belo Monte é a terceira maior usina hidrelétrica do mundo, atrás de Três Gargantas, na China, e da binacional Itaipu. Pela sua expressividade e importância não apenas para o Estado do Pará, como também para o Brasil, o Senado, por meio da Subcomissão, vem acompanhando o andamento desta grande obra”, analisa o presidente da Subcomissão.

Segundo o parlamentar, mais do que conferir a conclusão da hidrelétrica, a comitiva irá verificar o andamento das condicionantes. “É inegável que a hidrelétrica trouxe coisas boas para a região. Foram investidos mais de R$ 6 bilhões em investimentos em 117 programas socioambientais. Nesta ida até a região, iremos verificar o que andou, o que precisa ser concluído. É preciso garantir que a população local seja beneficiada pelo empreendimento”, defendeu.

Além da visita à hidrelétrica, a comitiva participa de reunião técnica no Centro de Cursos e Convenções, em Altamira (PA). A diretoria da Norte Energia e representantes da sociedade civil organizada participam do evento que irá tratar do cumprimento das ações condicionantes.

Além do senador paraense, os senadores Lucas Barreto (PSD-AP), relator da Subcomissão de Belo Monte, e Elmano Férrer (PODE-PI) também participam da visita a Belo Monte. As informações absorvidas durante a estadia no Pará serão incorporadas pelo relator em seu parecer, que deverá ser apresentado no final deste ano.

Fonte Roma News 

Nenhum comentário