Header Ads

Sindicato pede a volta de delegado afastado no caso de brigadistas presos em Alter do Chão

O Sindicato dos Delegados do Pará (Sindpol) pretende reverter o afastamento do delegado Fábio Amaral Barbosa do inquérito que apura os incêndios ocorridos em Alter do Chão, em setembro deste ano, e que culminou com a prisão polêmica de quatro brigadistas que atuavam no controle das chamas.

Em nota divulgada neste sábado, 30, o Sindpol afirma que o governador Helder Barbalho (MDB) violou a lei federal 12.830, que trata sobre investigação criminal. De acordo com o sindicato, pela lei os inquéritos policiais só podem ser redistribuídos, mediante despacho fundamentado, o que não teria ocorrido no caso. O afastamento do delegado, portanto, seria ilegal. Na nota, os delegados repudiam ainda a decisão do governador e avisam que vão entrar com medidas jurídicas para reverter a situação.

A troca do delegado Fábio Barbosa pelo Diretor da Delegacia Especializada em Meio Ambiente, Waldir Freire Cardoso, que passou a responder pelo inquérito na última quinta-feira, 28, ocorreu após a repercussão internacional da prisão dos brigadistas que acabaram liberados pela Justiça no mesmo dia.

Fonte Roma News

Um comentário:

  1. Nos concordamos e apoiamos a volta do delegado, caso contrário apoiamos a greve só assim se resolvem problemas nesse Brasil

    ResponderExcluir