Header Ads




Caminhoneiros ameaçam paralisação pelo país nesta segunda, mas Pará não vai aderir

Uma nova paralisação de caminhoneiros pode ter início nesta segunda-feira, 16, em várias regiões do País. A mobilização, que começou a circular em grupos de Whatsapp nas últimas semanas, é apoiada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logísticas (CNTTL), instituição ligada à Central Única dos Trabalhadores (CUT).

O movimento dos caminhoneiros, porém, está completamente dividido em relação a uma nova greve. Segundo o Sindicato dos Caminhoneiros no Estado do Pará (Sindicam-PA), os caminhoneiros paraenses não vão aderir à greve.

Os aumentos no preço do diesel são a principal reivindicação dos grevistas. Os combustíveis, de janeiro a novembro deste ano, tiveram 11 reajustes segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Segundo o órgão, o preço do diesel subiu 0,27% na semana passada, para R$ 3,718 por litro, em média, interrompendo uma sequência de três recuos semanais seguidos.

Fonte: Terra.

Nenhum comentário