Header Ads

Seminário marca início da programação do 'Dezembro Vermelho' em Santarém

Secretária Dayane Lima, destacando a importância da Campanha

Com o slogan 'Sem camisinha, você assume o risco', a Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) abriu o mês, que sensibiliza a população para a prevenção e para o combate ao HIV/AIDS, com um seminário para iniciar a campanha Dezembro Vermelho, coordenado pelo Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA). O seminário ocorreu nesta segunda-feira (02), no auditório do Instituto Federal, e reuniu autoridades municipais, do estado, além de alunos de instituições de ensino.
A secretária municipal de Saúde, Dayane Lima, participou da mesa de abertura, disse as ações serão intensificadas durante o Dezembro Vermelho. "Pela primeira vez, o Ministério da Saúde direciona as ações do Dezembro Vermelho para o público da faixa etária de 15 a 29 anos para o uso de preservativos. O município tem um trabalho focado nesse público-alvo, pois desenvolve nas escolas de Santarém o projeto Saúde e Prevenção nas Escolas, que além da educação em Saúde, leva para dentro das escolas o teste rápido para os diagnósticos das Infecções Sexualmente Transmissíveis, as ISTs. E neste mês, dedicado à sensibilização desses jovens, vamos intensificar nossas ações, no sentido de alertar nossa juventude quanto a esse mal, que apesar de todas as orientações, cresce na sociedade brasileira", alertou Dayane.
Coordenadora do CTA, Ana Lúcia: prevenção.A professora do IFPA, Léa Tomas, destacou que mesmo com todas as informações, até mesmo, por meio das disciplinas que são trabalhadas em sala de aula, por conta de outros fatores, a juventude ainda tem dificuldade de falar sobre o tema. "O IFPA como instituição de educação que atende jovens, que estão na transição para a vida adulta, tem uma grande responsabilidade na formação cidadã dessa juventude. A questão das ISTs, ainda é um tabu na nossa sociedade, sendo difícil falar sobre o assunto para os professores, apesar de nós termos os parâmetros nacionais curriculares que prevê a importância da abordagem desse tema, mesmo assim a maioria dos jovens ainda tem dificuldade de lidar com o assunto, por questões sociais, culturais, econômicas, pelo tema ainda ser um tabu, na sociedade".

O coordenador da Pastoral das Aids em Santarém, Frei Haroldo, que também fez parte da mesa de abertura, disse que a melhor forma de prevenir é a informação. "A missão principal da igreja através da Pastoral da Aids é informar a população dessa pandemia que ainda mata vidas e levar a população jovem a procurarem os testes anti HIV, que quando se descobre o diagnóstico precoce, você pode cuidar mais e a como abraçamos a causa nessa luta tem como Jesus, que veio para buscar a vida em ambulância, então o principal foco é no cuidado da vida", destacou.

A coordenadora do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), Ana Lúcia, ao ressaltar o trabalho que o Centro desenvolve o ano todo para sensibilizar os jovens ao uso de preservativo, para que não haja a contaminação falou que os trabalhos irão se intensificar neste mês, iniciando pelo seminário. "É muito importante esse seminário, hoje tivemos um público muito bom que recebeu orientações para a prevenção não somente do HIV, mas das Hepatites Virais, que além da quebra do preconceito e incentivar os jovens, a usar realmente o preservativo que é a única forma segura de prevenção e de não correr o risco de se contraminar e de não contaminar alguém, é cuidar de si e de quem se ama. Esse evento de abertura teve um grande aproveitamento para a nossa

Blogdocarpê 

Nenhum comentário