Header Ads




Defesa Civil Municipal monitora áreas de risco em Santarém

Trabalhos da defesa civil alertam também sobre o descarte incorreto de lixo. Foto: Agência Santarém. 

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Santarém (Comdec), órgão ligado à Secretaria de Gestão, Orçamento e Finanças (Semgof), da Prefeitura de Santarém monitora diariamente todas as áreas de risco do município. Nesta quarta-feira (29), foram visitados os bairros: Uruará, Área Verde, Vitória Régia, Nova República e Maracanã. O trabalho prévio visa evitar danos e preservar o bem estar da população.

"Estamos trabalhando todos os dias com vistorias. Nós mapeamos e relatamos os pontos críticos mostrando a realidade referente a infraestrutura, para que as providências emergenciais sejam tomadas. O importante é ver a união das secretarias municipais. A Prefeitura tem feito serviços de drenagem em pontos críticos da cidade. Então, temos uma esperança que não ocorram mais alagamentos, pois ocasionam muitos prejuízos para à população. É importante também que as pessoas joguem seus lixos em locais adequados. Em uma vistoria realizada ontem na orla da cidade, vimos muitas garrafas pet jogadas na via e no momento da chuva a tendência é ir parar nos bueiros e entupir as galerias, ocasionando alagamentos. Por isso pedimos que o povo tenha educação e jogue o lixo no local correto", destacou o coordenador da Defesa Civil de Santarém, Darlison Maia.
Coordenador Darlison Maia lidera trabalhos da defesa civil. Foto: Agência Santarém. 

Para o autônomo Anderson Ferreira Pinheiro, o trabalho de prevenção é muito importante. "Esse trabalho de prevenção é muito importante e eficaz, pois o monitoramento nos pontos críticos da cidade evitará muitos problemas futuros e nós enquanto moradores devemos ter consciência e não jogar lixo nas ruas, precisamos colaborar para prevenir alagamentos", disse.

Em Santarém, no ano de 2019, o órgão atendeu mais de 300 ocorrências, divididas entre alagamentos, vendaval, monitoramento em áreas de risco, enxurradas, riscos em obras civis, monitoramento do nível do Rio, fornecido pela Companhia Docas do Pará (CDP), baseado na régua da Agência Nacional das Águas (ANA) e outros serviços.

A Defesa Civil de Santarém pode ser acionada pelo telefone ‪(93) 3523-5170‬ ou 190, via Núcleo Integrado de Operações (Niop).

Fonte Agência Santarém 

Nenhum comentário