Header Ads




Prefeitura de Santarém investe mais de R$10 milhões na compra do novo mobiliário escolar da rede municipal

A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) entregou nesta quinta-feira (09), no espaço Pérola do Tapajós - Parque da Cidade, o novo mobiliário escolar à rede municipal de ensino. São conjuntos para aluno, professores, para refeitórios, Unidades de Educação Infantil, mesas para alunos cadeirantes e bebedouros de inox.

Para a aquisição das 29.400 mobílias foram investidos recursos oriundos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O montante de R$ 6.961.945,00, do Plano de Ações Articuladas (PAR) mais R$ 2.573.186,68 e do Tesouro Municipal foram investidos R$ 824.786,00, totalizando R$ 10.359.917,88.
Durante a solenidade de entrega, Nélio Aguiar agradeceu a parceria da Câmara de Santarém. Segundo ele, um grande percentual dos avanços da gestão municipal deve-se também ao trabalho dos vereadores. Esta é a primeira vez que uma gestão municipal faz a renovação total da mobília. "A nova mobília substitui praticamente 100% os equipamentos escolares, proporcionando conforto e modernidade ao ambiente escolar. Uma infraestrutura escolar de qualidade maximiza o aprendizado dos alunos", salientou o prefeito.

Nélio Aguiar também o comprometimento dos professores e gestores das escolas em relação aos resultados bem sucedidos nas avaliações internas e externas da rede, conquistando bom índices em nível nacional. E, também elegeu os alunos como o objetivo central que move a gestão municipal, o que justifica o maior quadro de servidores do município e o maior orçamento de Santarém, na pasta da Semed. Nélio ainda reforçou o compromisso de a gestão atual continuar investindo na construção, reforma e ampliação das escolas e das unidades da Educação Infantil do município, brevemente, com a assinatura de novas ordens de serviço.
A secretária de Educação de Santarém Mara Belo afirmou que a mobília foi adquirida de acordo com a legislação, em conformidade com o padrão MEC, para ser encaminhadas as escolas da cidade e do interior. Segundo a secretária, a disposição nas escolas está prevista a partir de março de 2020, depois do processo de montagem e tombamento ao Patrimônio Municipal, de acordo com as determinações legais do serviço público.
Em 2019, 9.500 carteiras escolares foram entregues. Soma-se a este número mais 19,500 carteiras, totalizando 29 mil unidades. Os mobiliários atenderão 58 mil alunos dos dois turnos escolares, de pouco mais de 61 mil alunos cadastrados no sistema municipal, de acordo com o censo escolar/2020.

"As entregas focam na melhoria da qualidade da educação de Santarém. Agradeço o empenho e o comprometimento do prefeito Nélio Aguiar e dos colaboradores da Semed", finalizou Mara Belo.

O representante da Câmara Municipal, vereador Alaércio Cardoso (PRP), que se pronunciou, em nome dos vereadores presentes: Mano Dadai, Chiquinho da UMES, Ronan Liberal Jr., destacou na ocasião a importância dos novos equipamentos que serão entregues às escolas. Segundo ele, que veio de uma comunidade interiorana, a ação da gestão, por meio da Semed, devolve a dignidade aos alunos e aos professores, bem como a oportunidade de conviver em um espaço agradável e adequado às práticas do ensino.
Receberam os conjuntos o diretor da Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes, professor João Magalhães, representando os gestores escolares da cidade; como representante dos gestores escolares do planalto, o diretor da Escola Municipal Nossa Senhora do Perpetuo Socorro, da comunidade de Cucurunã, professor Clayton Soares Bernardes e os gestores escolares da região de rios representados pelo diretor da Escola Municipal São Vicente de Paula, da Comunidade Paissandu/Lago Grande, professor Paulo Éder Viana de Sousa.

Estiveram presentes o prefeito de Santarém, o vice-prefeito José Maria Tapajós, os secretários de Educação, Trabalho e Assistência Social e Infraestrutura, vereadores, a assessora educacional de rios da Semed, professora Gedalbe Pereira; a Presidente do Conselho de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (CACS/FUNDEB), Maria Valdacy Evangelista e o advogado Éder Coelho.



Blogdocarpê 

Nenhum comentário