Header Ads




Reunião do GGI discute avanços no turismo em Santarém e Belterra

Reunião abordou avanços turísticos e econômicos conquistados pela atual gestão. Foto: Mauro Nayan.

A cadeia produtiva do turismo em Santarém e Belterra foi tema da reunião geral do Grupo de Gestão Integrada para o Desenvolvimento Regional Sustentável (GGI/DRS), coordenado pela Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Tecnologia (Semdec).
Na ocasião, a Secretaria de Turismo de Santarém (Semtur) fez uma apresentação sobre as ações realizadas pelo Governo Municipal para o fomento do setor na região durante o ano de 2019 e janeiro de 2020.

O ano de 2019 foi promissor para o turismo em Santarém. A cidade ganhou destaque em meios de comunicação nacionais e internacionais e foi eleita destino tendência número um para 2020.

Para o Prefeito de Santarém a repercussão positiva é fruto do trabalho realizado pela Prefeitura, que promoveu e apoiou eventos e projetos voltados para divulgação da região e investiu em estratégias de divulgação que trouxeram jornalistas, influenciadores digitais e operadoras de turismo à Santarém.
Prefeito Nélio Aguiar.

“A gente está vivendo um ótimo momento para o turismo em Santarém. O destino Alter do Chão está muito mais divulgado no país e no mundo e estamos investindo também no turismo de eventos que ajuda a promover o destino”, argumentou Nélio Aguiar.

Na reunião também foram apresentados projetos, desenvolvidos pelo governo municipal, que promovem educação e qualificação para o turismo. Em 2019, mais de 400 crianças matriculadas na rede pública municipal participaram do projeto Turismo na Escola e 842 adultos foram beneficiados com cursos de capacitação.

Crédito: Agência SantarémO secretário municipal de Turismo Diego Pinho lembrou que a Semtur inovou com a descentralização das capacitações.
“Por uma questão de logística, antes os cursos e oficinas eram realizados apenas na região central da cidade, mas em 2019 nós passamos a levar essa qualificação, também, para dentro dos bairros mais afastados e comunidades rurais. E isso gerou um resultado muito significativo porque garantiu o acesso aquelas pessoas que tinham interesse de trabalhar com o turismo, mas não podiam viajar todos os dias para comparecer as aulas no centro da cidade. Então, foi um marco importante que democratizou as capacitações”, disse Diego Pinho.

Para receber os turistas, nove receptivos foram realizados em épocas estratégicas do ano a fim de dar boas-vindas e promover a cultura local. Com o objetivo de divulgar e valorizar as paisagens naturais, a música, a dança e os artistas locais, ocorreram Seis edições do Projeto Pôr do Sol.

A Prefeitura de Santarém também mapeou a movimentação turística na cidade por meio de levantamentos de informações cedidas por boletins hoteleiros, empresas aéreas, restaurantes, lojas de souvenir e pesquisas de campo qualitativas e quantitativas.

Na reunião do GGI também foram expostas as ações desempenhadas pela Prefeitura de Belterra. De acordo com a chefe da divisão de turismo da Secretaria de Meio Ambiente daquele município, há perspectivas de crescimento para o setor em Belterra.

“Nós realizamos cursos em Pindobal e São domingos em 2019 e temos perspectivas de desenvolvimento para 2020. Pretendemos implantar a sinalização turística, reforçar o marketing nas comunidades de Flona e região de praias e criar portais de sinalização nas comunidades”, disse Daiane Sales.

Para a chefe do Núcleo de Desenvolvimento Econômico da Semdec, Rosemary Fonseca, o turismo integra uma das cadeias produtivas mais promissoras da região. “É um setor que tem muito potencial. E nós vamos trabalhar para desenvolver não só a questão econômica, mas a questão social, ambiental e cultural também. Esse é o trabalho que o GGI desempenha. Pra nós, só vale a pena desenvolvimento, se for um desenvolvimento sustentável”.

Crédito: Agência Santarém

Nenhum comentário