Header Ads




Delegado Éder Mauro xinga de 'bandida' mãe de deputado durante sessão na Câmara

Atacado, Glauber Braga (PSOL-RJ) afirmou que o deputado paraense confessou assassinatos enquanto estava no Plenário.
Uma grande confusão ocorreu durante a sessão que tratava da prisão em segunda instância, com a presença do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro e precisou ser encerrada às pressas.

O deputado delegado Eder Mauro (PSD), passou a xingar a mãe do deputado do Glauber Braga (PSOL-RJ), após ele afirmar que Moro era um “capanga da milícia” e que ele atuava para proteger a família do presidente Jair Bolsonaro, o ministro reagiu e chamou o parlamentar de “desqualificado”.

Outros parlamentares precisaram intervir para que os dois não se agredissem fisicamente. Após esse momento, o presidente da sessão, Marcelo Ramos (PL-AM), decidiu encerrá-la.

A imprensa levantou questionamentos sobre a fala de Glauber e do governo Bolsonaro, mas Sergio Moro saiu em silêncio diante dos questionamentos. Glauber, porém, falou com os jornalistas e afirmou que Éder confessou assassinatos enquanto estava no Plenário.

Moro foi convidado a vir à Câmara para dar depoimento na comissão especial que analisa proposta de Emenda Constitucional (PEC) sobre a brisão após condenação em segunda instância.

Fonte Roma News 

Nenhum comentário