Header Ads




Placa do Mercosul permite detectar condutores com IPVA atrasado fora do país, alerta Sefa

Com a mudança de placa para Mercosul, os países vizinhos ao Brasil terão acesso sobre a adimplência do proprietário do veículo com os impostos como o IPVA, dai a importância de manter os tributos em dia.

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é obrigatório a proprietários de veículos terrestres, aéreos e aquáticos. No Pará, o tributo anual pode ser pago junto ou separado do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e o seguro por Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de via Terrestre (DPVAT).

O IPVA é recolhido pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa). De acordo com Wellington Cardoso, coordenador do IPVA e fiscal de Receitas Estaduais da Sefa, o imposto é um dos mais moderno pois o pagamento é informatizado.

Com o pagamento do IPVA, o proprietário pode emitir o CRLV, documento de porte obrigatório para circulação no país. O Departamento de Trânsito do Pará (Detran) disponibiliza uma ferramenta no site www.detran.pa.gov.br para que os motoristas possam verificar todas as informações sobre o licenciamento 2020. Entre os dados disponíveis está a tabela com o prazo para pagamento conforme os últimos dígitos das placas dos veículos.

Para facilitar o pagamento, a Sefa oportuniza a antecipação do imposto com possibilidade de desconto. “Nos últimos anos percebemos uma procura maior pelo pagamento antecipado, pelo desconto de até 15%. A consulta pode ser feita diretamente no site, sem ter necessidade de comparecimento presencial à Sefa”, recomendou Wellington.

Alguns veículos são isentos do pagamento do imposto, como ônibus microônibus vans e veículos utilizados no transporte e no turismo local; embarcações pesqueiras ou de transporte de passageiros; veículos com adaptações para deficientes físicos; máquinas agrícolas e de terraplanagem; veículos de consulados e embaixadas; ambulâncias; e táxis.

Fonte:Agência Pará

Nenhum comentário