Header Ads




Polícia analisa imagens de câmera de segurança para identificar assassinos de empresário

Amintas Pinheiro, 62 anos, foi alvo de vários tiros na noite de quarta-feira, 5
Membros da Comissão Permanente de Análise de Crimes, do sistema de segurança pública do Pará, informaram que estão alinhando as ações de investigação acerca da morte do empresário Amintas José Quingosta Pinheiro, ocorrida na noite de quarta-feira, 5.

O carro da vítima passou por perícia, e testemunhas já prestaram depoimento. As equipes de policiais civis refizeram o trajeto realizado pela vítima, que havia saído da Escola de Ensino Superior Madre Celeste, no conjunto Cidade Nova, em Ananindeua (Região Metropolitana de Belém) em direção a sua residência, na capital. Os policiais conseguiram imagens de câmeras de segurança, que poderão ajudar na elucidação do crime. O material já está sendo analisado.

"As nossas equipes estão nas ruas realizando diligências. Estamos aqui reunidos para acompanhar os desdobramentos dessa investigação, que conta com os policiais da Divisão de Homicídios e do Núcleo de Inteligência Policial", informou o delegado-geral da Polícia Civil, Alberto Teixeira.

Amintas, 62 anos, que foi alvo de vários tiros na noite de quarta-feira, 5. O professor Amintas, como era mais conhecido, era um dos diretores da Escola Superior Madre Celeste (Esmac). Ele era marido da professora e deputada estadual Nilse Pinheiro (Republicanos).

Fonte: Agência Pará

Nenhum comentário