Header Ads




Treinamentos vão beneficiar cerca de 1,6 mil produtores de agricultura familiar no Pará

Estão abertas até amanhã, dia 7, as inscrições para uma extensa programação contendo cerca de 80 treinamentos agropecuários. A programação será levada para 1.600 produtores rurais no chamado “Dia D da defesa agropecuária paraense”, ao longo do dia 11 de fevereiro. Serão ofertados treinamentos, cursos e palestras voltados a produtores rurais e agricultores familiares em todo o Pará. A inscrição é gratuita, até sexta-feira, 7, nos escritórios da Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará), em horário comercial.

Entre os cursos ofertados estão “Programas sanitários: raiva, aftosa, brucelose e tuberculose em bovinos e anemia e mormo em equinos”, “Brucelose, campanha de vacinação e procedimentos para vacinação do rebanho”, “Passo a passo para regularizar sua agroindústria”, “Como obter o selo artesanal nas áreas animal e vegetal”, “Como utilizar o Siapec 3”, além de atividades sobre avicultura, produção de farinha, açaí e queijo.

O diretor-geral da Adepará, Geovanny Farache, afirma que a proposta do Dia D é “aproximar a prestação de serviços públicos aos produtores rurais, potencializando resultados”.

Conforme Farache, a programação também objetiva facilitar o acesso a informações e estabelecer novas parcerias com representantes sociais e instituições. “Nosso objetivo é fazer muito mais com menos recursos, em menos tempo, permitindo que os processos sejam desenvolvidos de forma eficiente” - Geovanny Farache, diretor-geral da Adepará.

O evento será uma oportunidade de os servidores da Agência estreitarem ainda mais os laços com os produtores rurais, que contribuem de forma significativa para o fortalecimento da economia do Pará. Além disso, a programação vai possibilitar que seja destacada a importância da Adepará no cenário da agropecuária paraense e nacional. “Demonstraremos, de forma simples e objetiva, como os nossos processos agregam valor ao produtor e transformam as ações em resultados”, destacou o gerente regional da Adepará de Tucumã, Sérgio Benedetti.

Mobilização – Benedetti explica que as gerências regionais da Agência estão buscando mobilizar os participantes, como produtores rurais, trabalhadores rurais, sindicatos e secretarias municipais, a fim de promover o maior envolvimento possível durante as atividades.

As palestras e treinamentos serão conduzidos por médicos veterinários, engenheiros agrônomos, fiscais estaduais agropecuários, entre outros profissionais. “Nossa regional realizará, concomitantemente às demais regionais da Adepará, encontros com produtores rurais, entre outros públicos de interesse, apresentando quais as oportunidades que nosso órgão oferece para apoiá-los no desenvolvimento de seus negócios, bem como reforçar as questões de defesa sanitária, que viabilizam ações de prevenção e melhoria da qualidade dos produtos e processos constantes nas rotinas dos nossos produtores”, afirma.

Objetivos da ONU - A capacitação oportunizada pela Adepará e as demais iniciativas do órgão são planejadas para atender aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU). Os ODS englobam 17 objetivos e 169 metas elaboradas com o propósito de construir um mundo mais justo, sustentável, igualitário e próspero até 2030.

O Dia D da defesa agropecuária paraense se atrela aos objetivos da ONU, pois busca a promoção de oportunidades de aprendizagem, da agricultura sustentável e do crescimento econômico sustentado e inclusivo. A Agência também atua para alcançar a segurança alimentar e reforçar a necessidade de a sociedade desenvolver padrões de produção e de consumo sustentáveis.

Serviço – As informações e inscrições sobre cursos e horários de atividades podem ser obtidas na gerência da Adepará de cada município, ou ainda pelo e-mail e telefone disponíveis no link http://www.adepara.pa.gov.br/ger%C3%AAncias-regionais.

Nenhum comentário