Header Ads




Concessionária de energia faz obras de melhorias na comunidade Caranazal, no Eixo Forte

A Equatorial Energia Pará expandiu o sistema de distribuição de energia elétrica e regularizou o fornecimento para quase 30 famílias que vivem em uma área habitacional nova, na comunidade Caranazal, na região do Eixo Forte, em Santarém, oeste do Pará. No local, além de ligações clandestinas de energia havia a presença de fios inadequados e emendas que ofereciam riscos para os moradores.

Segundo o executivo de Obras, Lúcio Oliveira, a padronização feita pela distribuidora vem permitindo que a energia chegue às residências de forma segura e de qualidade. “Para isso estão sendo respeitadas todas as normas de segurança estabelecidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel, para que a energia que atenda esses moradores tenha maior confiabilidade e não ofereça riscos”, esclareceu.

O assessor distrital de Alter do Chão, Kleber Costa disse que o trabalho da concessionária de energia representa um avanço significativo para aquela região. “A satisfação, hoje, é constatada na vida de cada morador que tem ajudado bastante no processo de desenvolvimento desta região, evidenciada pelo turismo e meio ambiente”, ressaltou.

Padrão de Medição


Para fazer a regularização do fornecimento de energia elétrica na comunidade, a Equatorial facilitou aos novos clientes o acesso ao padrão de medição, equipamento cuja instalação é de responsabilidade de todo consumidor para receber energia elétrica com segurança em casa. O equipamento foi financiado pela empresa e a cobrança constará na conta de energia dos clientes beneficiados.

Troca de Lâmpadas

Dando continuidade à ação realizada pela distribuidora, uma equipe da área de relacionamento com o cliente estará na comunidade Caranazal na sexta-feira (13) para realizar diversas ações, entre elas a troca, gratuita, de lâmpadas incandescentes ou fluorescentes pela versão de LED, considerada até 80% mais econômica. Para isso, o cliente precisa levar até cinco lâmpadas que estavam em uso e apresentar os documentos pessoais.

De acordo com a técnica da área, Leydiane Fernandes, na ocasião também será feito o cadastramento das famílias no Programa Tarifa Social de Energia Elétrica – destinado aos consumidores considerados de baixa renda – que passam a ter desconto de até 65% na conta de luz.

Os clientes interessados deverão apresentar apenas o RG, CPF, comprovante de residência e o número de inscrição social, o NIS. "Estamos levando mais cidadania e garantia dos direitos aos nossos clientes, facilitando o processo de comunicação e de aproximação ‘empresa x consumidor’”, reforçou Fernandes, acrescentando que os moradores também receberão orientações sobre o uso racional de energia elétrica.

Outra preocupação da distribuidora é em relação aos riscos de acidentes que envolvem energia elétrica. Por isso, uma técnica da área de segurança participará da ação realizando palestra sobre segurança com a rede.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário