Header Ads




Diretor geral do Detran ignora processo e pune trabalhadores

Diretor geral do Detran ignora processo e pune os trabalhadores
O diretor do Detran-PA, Marcelo Guedes, descontou 3 dias no salário dos servidores que estavam em greve no estado

Com desconto de 3 dias do salário e ameaçando em descontar o restante dos dias parados, Marcelo Guedes ignorou o processo de conciliação do Governo do estado do Pará com o sindicato dos Trabalhadores de Trânsito do Estado do Pará (Sindtran) na quarta-feira, 18.

Assim que souberam sobre a manobra do diretor geral o Sindtran, por meio da assessoria jurídica do sindicato, protocolou uma petição na última quinta-feira, 19, e denunciou o fato ao desembargador Luiz Gonzaga da Costa Neto.

A petição informa que foram 52 dias de greve, porém no dia 10 de março foi criado um acordo e no dia 19 do mesmo mês seria a primeira tentativa de conciliação.

Entretanto todas as audiências foram adiadas durante o período da quarentena pelo novo coronavírus. Mesmo observando esse cenário, Marcelo Guedes se adiantou e descontou 3 dias na folha de pagamento dos servidores.

O sindicato é a favor da suspensão provisória dos tribunais: “Ora, o acordo estava em pleno andamento, com audiência marcada para o dia 19, o que poderia ocorrer, de igual forma, na audiência de conciliação deste Tribunal, ambas prudentemente adiadas", pronunciou-se a assessoria jurídica do Sindtran.

Segundo o sindicato, caso não haja nenhuma decisão sobre o caso, uma nova greve pode ocorrer.

Fonte Roma News 

Nenhum comentário