Header Ads




Oito espécies de pescado saem do período defeso no domingo, 15, em Santarém

Os santarenos que gostam de apreciar peixes, terão à disposição mais variedade no produto a partir de domingo (15) quando oito espécies de pescado saem do período defeso. As espécies Aracu, Branquinha, Curimatã, Fura-calça, Jatuarana, Mapará, Pacu e Pirapitinga que estavam desde o dia 15 de novembro proibidas de ser vendidas, agora poderão ser encontradas nas feiras e mercados de Santarém, no oeste do Pará.

O período defeso, garante que os peixes não sejam pescados nem comercializados, respeitando o tempo necessário para que os animais se reproduzam, e consequentemente, não faltem nos rios da região.

O administrador da Feira do Pescado, Edivaldo dos Santos, explica que os comerciantes ficam na expectativa para aumentar a oferta do produto aos consumidores. “Depois de quatro meses, a gente sai desse período e geralmente, melhoram as vendas. O defeso termina no dia 15, mas não significa que o pescador possa trazer o peixe pra vender, porque a pesca só deve começar na segunda-feira”, ressalta.

No período em que as espécies estão protegidas, os vendedores têm que ofertar peixes vindos de viveiros e frigoríficos, por conta disso, o preço aumenta.

“A partir de segunda, nossa expectativa é que tudo volte ao normal, os preções caiam de preço e mais variedades possam ser oferecidas aos consumidores”, conta o administrador.

Outro fator que aumenta a procura dos santarenos pelo pescado, é a aproximação da Semana Santa, quando a carne branca é mais consumida.

Três espécies de peixes ainda ficarão no período defeso, são elas: Acari e Tambaqui, que saem da lista no dia 31 de março, e o Pirarucu, que continua no defeso até 31 de maio.

Fonte G1 Santarém 

Nenhum comentário