Header Ads




Prefeito sustenta tese que, a parada para abastecer pode ter sido a causa do acidente

O prefeito Márcio Serrão, de Laranjal do Jari – AP, disse que tem experiência em navegação marítima, por isso pode afirmar que fazer uma parada no navio Anna Karoline III em pleno rio agitado, foi arriscar a própria sorte, e possivelmente a causa do acidente.

Márcio Serrão sustenta essa tese afirmando que, quando uma embarcação está em movimento ela corta todo o volume de água que bate de frente com seu deslocamento. “A embarcação parada, sobrecarrega o volume de água, principalmente naquele momento que ocorria uma forte tempestade”, disse o prefeito completando que, além das dificuldades normais de se navegar naquela região com as condições climáticas relatadas, o navio também possui uma estrutura considerada peculiar, “é uma embarcação muito alta e comprida, tinha muito peso, especialmente uma grande carga de açúcar, e parou para abastecer de forma clandestina, segundo informações repassadas pelos próprios tripulantes, então vamos reunir tudo isso, inclusive mídias de áudio para entregar tudo à Capitania dos Portos”, falou o prefeito. (Com informações de Cleber Barbosa)

Nenhum comentário