Header Ads




Sespa gera polêmica ao expor iniciais de paciente confirmado de coronavírus em Belém

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e o governador do Estado, Helder Barbalho (MDB), confirmaram nesta quarta-feira, 18, o primeiro caso de coronavírus no Pará.

Ocorre que, ao divulgar o registro, a Sespa divulgou também as iniciais do nome do paciente, o que rapidamente gerou especulações e estimulou uma espécie de “caça”, nas redes sociais, a pessoas que atendam às inicias e com perfil semelhante ao divulgado pela secretaria: homem, 37 anos, de Belém, que viajou recentemente ao Rio de Janeiro.

Nos últimos boletins divulgados pela secretaria, seguindo padrão do Ministério da Saúde, os registros continham informações apenas do número de suspeitos. O município onde o caso tinha sido registrado só constava em cenário de descarte da infecção.

Depois da divulgação das iniciais, já circula em um blog de notícias local e em grupos de WhatsApp, informações não-confirmadas, incluindo exposição do nome completo do possível paciente, atendendo às informações divulgadas pela Sespa.

Fonte Roma News 

Nenhum comentário