Header Ads




Atraso na entrega de materiais altera previsão para início de operação do Hospital de Campanha de Santarém

Com montagem iniciada no dia 8 de abril, o Hospital de Campanha de Santarém teve alterada a data para entrar em operação, inicialmente prevista para o dia 15 de abril. Até a publicação desta matéria, não havia uma definição por parte do Governo do Estado sobre a nova data.

De acordo com informações do Centro Regional de Governo, a mudança se deu pelo atraso na entrega de materiais e equipamentos transportados por balsas, bem como, pela prorrogação de 1 dia da inscrição do Processo Seletivo para contratação de recursos humanos.

Quando concluído, o Hospital de Campanha de Santarém, destinado a pacientes do oeste do Pará com Covid-19, vai contar com 120 leitos e receber pacientes com sintomas leves ou moderados da doença, sem a necessidade de terapia intensiva. A gestão da unidade ficará sob a responsabilidade da Organização Social Instituto Pan-Americano de Gestão (IPG).

A unidade hospitalar que está sendo erguida no Espaço Pérola do Tapajós, no Parque da Cidade, é um dos quatro erguidos pelo Governo em todo o território estadual. Ao todo, serão disponibilizados 720 leitos para casos leves e moderados de covid-19.

Em Santarém, assim como nas outras unidades, o atendimento só ocorrerá por meio de encaminhamento, ou seja, os hospitais de campanha não serão “portas-abertas”. Dependendo dos sintomas, a população deve procurar inicialmente as Unidades Básicas de Saúde, e se tiverem dificuldades respiratórias precisam se dirigir às emergências.

RG 15 / O Impacto

Nenhum comentário