Header Ads




Começa a vigorar o decreto de toque de recolher em Santarém; 'As pessoas precisam cumprir o isolamento social', diz prefeito

A prefeitura de Santarém, no oeste do Pará, decretou toque de recolher na terça-feira (7)  A medida começa a vigorar nesta quinta-feira (9) e vai até o dia 19 de abril. O prefeito Nélio Aguiar (DEM) falou ao G1 sobre a necessidade do isolamento social e destacou que os moradores estarão obrigados a ficar no confinamento domiciliar das 21h até às 5h.

Nélio disse que a população não está cumprindo o isolamento social e que no último fim de semana antes do decreto, muitas pessoas estavam na rua e se expondo cada vez mais ao novo coronavírus. Em Santarém, a transmissão comunitária já está ocorrendo, por isso a adoção de medidas severas foi necessária para que o sistema hospitalar não entre em colapso.


"Para evitar que as pessoas fiquem nas ruas e fazer com que elas acatem as orientações dos órgãos de saúde quanto ao confinamento social é de baixamos o decreto. Aqui em Santarém, nós pudemos observar que têm pessoas que ainda não estão ficando em casa. E para evitar que o contágio comunitário aumente o número de casos, as pessoas ainda precisam cumprir o isolamento social", enfatizou.

O decreto de Santarém proíbe a circulação de pessoas nas ruas, exceto a circulação quando necessária para acesso aos serviços essenciais, tendo que comprovar tal necessidade e urgência. Ainda segundo o decreto, poderá ocorrer apreensão de veículos e condução forçada de pessoas pelas autoridades competentes em decorrência de descumprimento da norma.

O decreto recomenda também o uso massivo de máscaras de proteção, confeccionadas em tecido ou material similar, em conformidade com orientações do Ministério da Saúde. Uso de máscaras será obrigatório a partir desta quinta-feira (9) em feiras livres e mercados municipais, tanto para feirantes quanto para os consumidores.

Ainda de acordo com decreto municipal, fica proibida pelo período de 15 dias a realização de cultos, missas e eventos religiosos presenciais.

Operação conjunta

A operação conjunta para fazer cumprir o decreto será realizada pelos órgãos de segurança: Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT), 1ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros.

De acordo com o comandante do Comando de Policiamento Regional 1 (CPR-1), coronel Aldemar Maués, a equipe da PM sairá do 35º BPM às 21h já realizando as fiscalizações na BR-163 e rodovia Curuá-Una. Na área urbana, também haverá equipes de fiscalizações, principalmente, em bairros periféricos e afastados, pois há informações de que essas pessoas não estão cumprindo o isolamento social.

"Serão realizadas fiscalizações na região do Planalto, Centro, Orla da Cidade e em bairros periféricos. Pois são pontos onde as pessoas menos estão respeitando o isolamento. O superintendente Polícia Civil do Médio e Baixo Amazonas, o delegado Jamil Casseb, irá comandar a equipe da PC e eu estarei à frente da equipe da Polícia Militar", destacou coronel Aldemar Maués.

Fonte#Santarém 

Nenhum comentário