Header Ads




Conselho analisa denúncias de servidores da saúde de Altamira

O Conselho Municipal de Saúde de Altamira, na região sudoeste do Pará, marcou para esta segunda-feira, 6, uma reunião extraordinária para analisar denúncias de funcionários da saúde, alegando que a prefeitura estaria cortando salários, além da falta de equipamentos de proteção em plena pandemia.

Em uma nota de repúdio emitida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Pará – Sindsaúde, cita que teria sido retirado dos trabalhadores, adicionais noturnos, insalubridades e horas extras sem qualquer aviso prévio. A nota denuncia também que em algumas unidades de saúde não existem materiais de proteção para os profissionais trabalharem como: Equipamentos de Proteção Individual – EPIs.

“(Os trabalhadores são) obrigados a trabalhar sem materiais de EPIs, que configura-se como ato ilegal, pois viola os direitos dos trabalhadores”, denuncia a entidade.

A nota encerra afirmando que medidas judiciais e administrativas já estão sendo tomadas pela coordenação do sindicato.

A Secretaria de Saúde e a Prefeitura de Altamira não se manifestaram até o presente momento sobre as novas denúncias.

Fonte: A Voz do Xingu/ Roma News

Nenhum comentário