Header Ads




Governo do Estado anuncia que profissionais da saúde do Pará serão abrigados em hotéis

Trabalhando na linha de frente contra a covid-19, médicos, enfermeiros, técnicos e demais servidores da área, estão mais vulneráveis ao novo vírus
O governador do Estado, Helder Barbalho anunciou neste domingo, 19, que como parte das novas medidas contra o coronavírus no Pará, brevemente hotéis do Estado servirão de abrigo aos profissionais da área da saúde.

Trabalhando na linha de frente contra a covid-19, médicos, enfermeitos, técnicos e demais servidores da área, estão mais vulneráveis ao novo vírus.

"Estaremos fazendo ainda chamamento para hotéis que abrigarão os profissionais de saúde que estão trabalhando e durante a pandemia", disse Helder em sua conta no Twitter.

Profissionais da Saúde e o covid-19

No Dia Mundial da Saúde, brasileiros foram às janelas para se solidarizar. Somente no país, são cerca de 3,5 milhões de trabalhadores que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS). Entre os principais desafios enfrentados por esses trabalhadores no enfrentamento da pandemia mundial provocada pelo Covid-19, estão a falta de equipamentos de proteção individual, sobrecarga de trabalho e impactos na saúde mental.

Circulam na internet, relatos, imagens e vídeos de trabalhadores da saúde, como médicos, enfermeiros e agentes comunitários de saúde, entre outros, que estão atuando sem os equipamentos adequados como viseira, máscara e avental - no atendimento em geral - e máscaras N95, gorros e macacão impermeável - nas unidades de terapia intensiva e enfermarias.

Além desses equipamentos de proteção individual, faltam ainda os mais básicos como luvas, álcool em gel e sabão líquido. Pesquisadores, associações e sindicatos já se manifestaram mostrando que com a falta destes materiais, a saúde do trabalhador ficará comprometida e o déficit de profissionais pelo afastamento por conta da contaminação poderá deixar o Sistema Único de Saúde em colapso.

Fonte: EPSJV/Fiocruz/ RoNews 

Nenhum comentário