Header Ads




Ministério Público pede que hospital regional de Marabá adote medidas mais efetivas contra pandemia

O Ministério Público do Estado (MPPA), Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério Público Federal (MPF) recomendaram à direção do Hospital Regional do Sul e Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso, em Marabá, que elaborem e apresentem um plano emergencial para enfrentamento ao novo coronavírus

As instituições recomendam que sejam tomadas providências imediatas, de acordo com recomendações dos organismos de saúde, tais como a instalação de nove respiradores que estão livres e prontos para entrar em operação em local de isolamento e a garantia de, no mínimo, dez leitos de UTI exclusivos para atendimento aos casos de covid-19, mantendo o devido isolamento e com previsão de aumento deste número de acordo com a demanda.

O hospital deve garantir também a lotação de corpo técnico completo e específico, com médicos, enfermeiros e técnicos, para compor a equipe de atendimento aos novos leitos, além de adequar e destinar espaço necessário para possível ampliação de novos leitos com respiradores.

Os responsáveis pelo hospital deverão ainda fornecer e fiscalizar o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para os profissionais da saúde e disponibilizar material para higienização das mãos dos trabalhadores, pacientes e acompanhantes.

O documento é assinado pela promotora de Justiça Mayanna Silva de Souza Queiroz, pelos procuradores do Trabalho Gustavo Athaide Halmenschlager, Carlos Lins de Oliveira Jr e Juliana Beraldo Mafra, e pelos procuradores da República Adriano Augusto Lanna de Oliveira, Igor Lima Goettenauer de Oliveira e Sadi Flores Machado.

Fonte: Assessoria MPPA/ Roma News 

Nenhum comentário