Header Ads




Polícia Militar reforça segurança nos rios entre Juruti e o Amazonas

Para assegurar o devido cumprimento das medidas de enfrentamento à pandemia de Covid-19 no Pará, a Polícia Militar realiza desde a última quarta-feira, 15, operações de fiscalização na área fluvial, na divisa do município de Juruti com o Estado do Amazonas. A ação policial tem à frente militares da 28ª Companhia Independente de Polícia Militar, unidade que integra o Comando de Policiamento Regional I (CPR I), com sede em Santarém, na região do Baixo Amazonas.

Na quarta-feira, a operação começou por volta de 11 h, e foi realizada em conjunto com equipes da Vigilância Sanitária, em Juruti, se concentrando nas rotas utilizadas para o transporte de cargas e passageiros entre os estados do Pará e Amazonas. As fiscalizações nesses locais foram realizadas para dar cumprimento ao decreto do governador Helder Barbalho, que determinou o fechamento do acesso por via terrestre e fluvial.

A Polícia Militar realiza diariamente rondas ostensivas e preventivas na região e abordagens a embarcações que, na ocasião, navegavam pelos rios. Os compartimentos de barcos de grande porte estão sendo fiscalizados, para verificar se há transporte irregular de pessoas. Durante a ação, as equipes da Vigilância Sanitária fazem a identificação e aferição da temperatura dos tripulantes das embarcações, para prevenir o avanço do novo coronavírus em território paraense. A ação da PM tem o apoio de uma lancha da corporação.

“O nosso objetivo é visualizar embarcações que estejam entrando no município e que, possivelmente, tragam passageiros de outro Estado, de forma a monitorar essas embarcações, inibir o transporte clandestino e atuar na verificação de irregularidades”, informou o capitão Vanderley Ferreira Filho.

Para quem entra no Pará pelo Rio Amazonas, o município de Juruti é uma das primeiras paradas. Por isso, policiais da 28ª CIPM também fiscalizam o Terminal Hidroviário na sede municipal. Todas as embarcações que navegam pelo local estão sendo orientadas a parar no porto para averiguações. A operação fluvial, que ocorre pela manhã e à tarde, conta com a participação de cinco militares.

A PM também orienta sobre as determinações do Decreto governamental e busca conscientizar a população sobre os esforços para evitar o aumento de casos da doença. A corporação está empenhada em garantir que todas as medidas de combate à propagação da Covid-19 sejam respeitadas e os protocolos seguidos, além de manter a segurança no local e ampliar o policiamento na região com rondas, abordagens e fiscalizações.

Fonte: Agência Pará/ Roma News 

Nenhum comentário