Header Ads




Prefeito Nélio Aguiar vai distribuir kits de alimentos para alunos da rede municipal

Alunos da rede pública municipal de Santarém, no oeste do Pará, devem receber kits de alimentos devido à suspensão das aulas por causa das medidas preventivas ao contágio de coronavírus. A Prefeitura aguardava autorização do governo federal para distribuição da merenda escolar aos alunos.

Segundo a Prefeitura, a autorização foi oficializada nesta segunda feira (13), pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) com todas as orientações e recomendações que devem ser seguidas pelos municípios para tal distribuição.

O município conta com 63.335 alunos matriculados nas unidades da rede municipal nas regiões de Rios, Planalto e Urbana.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou que está reunindo para seguir todas as recomendações do governo federal e realizar a distribuição dos kits dentro da legalidade exigida. E que todo o processo será acompanhando pelo Conselho de Alimentação Escolar.

Ainda segundo a Semed, a merenda escolar distribuída às escolas antes da suspensão das aulas - que ocorreu dia 23 de março por força de decreto municipal -, e não consumida por completo, continua guardada nas dispensas das unidades escolares.

"Os materiais perecíveis (como proteínas - carnes) estão mantidos em freezers e têm a duração de 12 meses. Logo, não existem prejuízos na alimentação que se encontra nas escolas e em breve será distribuída aos alunos seguindo as normas recomendadas pelo governo federal", informou a Semed.

Vale-alimentação para rede estadual

A 5ª Unidade Regional de Ensio (5ª URE) está aguardando o envio dos cartões magnéticos de vale-alimentação para os alunos da rede estadual de Santarém, Aveiro, Belterra e Mojuí dos Campos. Ainda não há data para o início das entregas.

Segundo o coordenador da 5ª URE, professor Francisco de Assis Nascimento, são 24.859 os alunos que devem ser beneficiados com o vale-alimentação na área de abrangência da unidade, sendo: Aveiro (220), Belterra (610), Mojuí dos Campos (962) e Santarém (23.067).

De acordo com anúncio feito pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) no dia 7 de abril, o benefício será destinado para estudantes que não estão recebendo merenda escolar, durante a suspensão das aulas por conta da pandemia de Covid-19. A entrega dos vales deverá ser realizada presencialmente.

O vale-alimentação será no valor de R$ 80 para troca por gêneros alimentícios. Apenas os estabelecimentos comerciais credenciados pelo Governo do Estado poderão aceitar o cartão.

Fonte G1 #Santarém 

Nenhum comentário